Agentes da S.H.I.E.L.D

Marvel’s Agentes da S.H.I.E.L.D., ou simplesmente Agentes da S.H.I.E.L.D., é uma série de televisão americana criada por Joss Whedon em colaboração com Jed Whedon e Maurissa Tancharoen. A série tem como base a agência secreta S.H.I.E.L.D. (Superintendência Humana de Intervenção, Espionagem, Logística e Dissuasão), organização presente nas HQ´s da Marvel que trabalha peça manutenção da paz fazendo uso de diversos métodos, como a espionagem, e que está envolvida em diversos acontecimentos do universo Marvel. A série está situada no Universo Cinematográfico Marvel (MCU), compartilhando a continuidade com os filmes e as demais séries de televisão da franquia. Sua produção é feita pela união de diversas empresas, sendo elas a ABC Studios (A qual transmitiu a série originalmente em seus canais), a Marvel Television e a Mutant Enemy Production, sendo os dois showrunners dessa produção  Jed Whedon, Tancharoen e Jeffrey Bell. 

Agentes da S.H.I.E.L.D. gira em torno do personagem Phil Coulson, interpretado por Clark Gregg (que refaz seu papel nos filmes), e sua equipe de agentes da S.H.I.E.L.D., que precisam lidar com vários casos e inimigos incomuns, incluindo outras organizações como a Hidra e os Inumanos.  O episódio piloto do show começou a ser desenvolvido por Joss Whedon logo após o sucesso do filme Os Vingadores, com Joss desenvolvendo rapidamente seu episódio piloto após o sucesso. A personagem de Phi Coulson, interpretada por Gregg, foi a primeira confirmada no elenco para reprisar seu papel. O primeiro episódio, escrito por Joss Whedon, Jed Whedon e Maurissa Tancharoen, foi filmado no início de 2013, sendo lançado no dia 24 de Setembro de 2013.

Trailer oficial de Agentes da S.H.I.L.D.

Informações Gerais

promocional informações agentes da shieldFormato: série
Gênero: Aventura / Ação / Drama / Ficção científica
Duração: 41-44 minutos
Estado: Finalizada
Criador(es): Joss Whedon / Jed Whedon / Maurissa Tancharoen
Baseado em: S.H.I.E.L.D. de Stan Lee e Jack Kirby
País de origem: Estados Unidos
Idioma original: inglês
Produtor(es): Garry A. Brown / Chris Cheramie
Produtor(es) executivo(s): Joss Whedon / Jed Whedon / Maurissa Tancharoen / Stan Lee / Alan Fine / Joe Quesada / Jeffrey Bell / Jeph Loeb / Paul Zbyszewski / Jim Chory / Brent Fletcher
Cinematografia: David Boyd / Feliks Parnell / Jeff Mygatt / Allan Westbrook
Distribuição: Disney-ABC Domestic Television
Elenco: Clark Gregg / Ming-Na Wen / Brett Dalton / Chloe Bennet / Iain De Caestecker / Elizabeth Henstridge / Nick Blood / Adrianne Palicki / Henry Simmons / Luke Mitchell / John Hannah / Natalia Cordova-Buckley
Música: Bear McCreary
Empresa(s) produtora(s): Marvel Television / ABC Studios / Mutant Enemy
Localização: Los Angeles
Emissora original: ABC
Formato de exibição: 1080p / 720p (HDTV)
Formato de áudio: Som surround 5.1
Transmissão original: 24 de setembro de 2013 – 12 de agosto de 2020
Temporadas: 7
Episódios: 136

Elenco

Ator(triz) / Personagem / Dublador(a)(Netflix)

  • Clark Gregg / Phil Coulson, Sarge, Pachakutiq / Ronaldo Júlio
  • Ming-Na Wen / Melinda May / Izabel Lira
  • Brett Dalton / Grant Ward, Hive / José Leonardo
  • Chloe Bennet / Daisy “Skye” Johnson, Tremor / Fabiana Aveiro
  • Iain De Caestecker / Leo Fitz / Thadeu Matos
  • Elizabeth Henstridge / Jemma Simmons / Jullie
  • Nick Blood / Lance Hunter / Leonardo “Leo” Rabelo
  • Adrianne Palicki / Bobbi Morse / Marisa Leal
  • Henry Simmons / Alphonso “Mack” MacKenzie / Milton Parisi
  • Luke Mitchell / Lincoln Campbell / Daniel Müller
  • John Hannah / Holden Radcliffe / Hélio Ribeiro
  • Natalia Cordova-Buckley / Elena “Yo-Yo” Rodriguez / Sheila Dorfman
  • Jeff Ward / Deke Shaw / Sérgio Cantú

Episódios

Temporada: 1 / Episódios: 22 / Estreia: 24 de Setembro de 2013 / Termino: 13 de Maio de 2014
Temporada: 2 / Episódios: 22 / Estreia: 23 de Setembro de 2014 / Termino: 12 de Maio de 2015
Temporada: 3 / Episódios: 22 / Estreia: 29 de Setembro de 2015 / Termino: 17 de Maio de 2016
Temporada: 4 / Episódios: 22 / Estreia: 20 de Setembro de 2016 / Termino: 16 de Maio de 2017
Temporada: 5 / Episódios: 22 / Estreia: 1 de Dezembro de 2017 / Termino: 18 de Maio de 2018
Temporada: 6 / Episódios: 13 / Estreia: 10 de Maio de 2019 / Termino: 2 de Agosto de 2019
Temporada: 7 / Episódios: 13 / Estreia: 27 de Maio de 2020 / Termino: 12 de Agosto de 2020

Painel de Agentes da S.H.I.E.L.D. na Comic Con 2015

Produção

Desenvolvimento

Após a compra da Marvel pela Disney em 2009, foi anunciada a formação da Divisão de TV da Marvel. Nos meses seguintes, vários pilotos baseados em quadrinhos do catálogo da Marvel começaram a ser desenvolvidos, com Agentes da S.H.I.E.L.D. sendo um dos projetos inseridos nesse contexto. Em julho de 2012, a Divisão de TV da Marvel entrou em conversas com a ABC para fazer uma nova série do Universo Marvel Cinematográfico, embora, naquele momento, não se tinha certeza de qual série seria. Ela foi descrita como “‘um cerne de uma ideia’ com um número de cenários a serem explorados, incluindo uma série policial de alto conceito.”. Em agosto de 2012, foi anunciado que o diretor de Os Vingadores, Joss Whedon, que também já possuía experiência trabalhando com séries, como Buffy, a Caça-Vampiros e Firefly, faria parte do desenvolvimento desse secreto projeto. Algumas semanas depois a ABC encomendou um piloto para uma série, chamado S.H.I.E.L.D. a ser escrito e dirigido por Joss Whedon, Jed Whedon e Maurissa Tancharoen. Whedon, Tancharoen e Jeffrey Sino. O diretor executivo da Disney, Bob Iger, deu sinal verde para a série da S.H.I.E.L.D. depois de assistir a um curta-metragem da Marvel, “Item 47”, no qual agentes da S.H.I.E.L.D. vão em busca de um casal que adquiriu uma arma Chitauri que havia sido utilizado na batalha que ocorreu em Nova York em Os Vingadores.

Anúncios e mais sobre a equipe de produção

Em abril de 2013, a ABC anunciou que a série seria chamada de Marvel’s Agents of S.H.I.E.L.D. e, finalmente, anunciou oficialmente a série para uma temporada completa. Em julho de 2013, Jed Whedon disse que a série irá trabalhar em conjunto com os filmes da Marvel, tanto do passado quanto do futuro, e disse: “Nós planejamos tentar criar juntamente com os filmes e torná-los mais gratificante em ambas as partes.”. No mesmo mês, Maurissa Tancharoen realizou a incrível revelação em sua página do Twitter que Joss Whedon, Jed Whedon, Jeff Bell, Paul Zbyszewski, Monica Owusu-Breen, Brent Fletcher, Lauren Lefranc, Rafe Judkins e Shalisha Francis seriam os roteiristas da série. Além disso, o aclamado compositor Bear McCreary confirmou que iria compor músicas para a série. Em março de 2014, os produtores afirmaram no PaleyFest que eles e os escritores possuíam acesso aos roteiros dos próximos filmes que seriam lançados no MCU para conseguir saber as decisões que seriam tomadas nos filmes, o que os ajudou a planejar melhor a produção da série e adapta-la para se encaixar melhor no universo em construção. Durante esse anúncio, também foi afirmado pelos produtores que eles possuíam um plano geral até o fim de uma terceira temporada da produção, o que garantia, possivelmente, sua renovação até a mesma.

Em junho de 2014, Clark Gregg afirmou que ele acreditava que a temporada seria exibida em um bloco de 10 episódios, sendo realizada uma pausa para o lançamento de Agente Carter, e seu posterior retorno para finalizar a temporada com os 12 episódios que faltariam. A produção para a segunda temporada estava prevista para começar no final de julho de 2014, sendo que nesse mês, Gregg afirmou que a segunda temporada recomeça “meses depois” a partir do final da primeira temporada, e acrescentou: “A natureza monumental [da reconstrução] é muito clara, quase imediatamente, porque você percebe que todos – governo dos Estados Unidos, Exercito Americano e outras organizações – querem nos prender. A S.H.I.E.L.D. se torna ilegal. Temos muito poucos recursos. Tudo o que você vai fazer envolve lidar com, ainda, descobrir quem é da H.Y.D.R.A. e quem não está entre os nossos amigos. Para reconstruir a S.H.I.E.L.D., nós vamos precisar que alguns velhos amigos provem que ainda são amigos e vamos ter de fazer isso de um modo bem escondido, de uma forma tradicional.”

Alguns dos grandes momentos de Agentes da S.H.I.L.D.

Escrita

Bell explicou que ele, Jed Whedon e Tancharoen supervisionam todas as decisões criativas da série, consultando frequentemente Loeb. Em janeiro de 2013, Joss Whedon disse que buscou ao máximo evitar influências diretas de outras séries, como ocorreu com Fox Mulder e Dana Scully em The X-Files, e explicou que tinha esse objetivo por querer focar nas “pessoas periféricas”, não nas grandes pessoas com grandes poderes das séries e filmes. Quando a série começou a apresentar indivíduos mais poderosos, Bell observou que o público “parece responder às pessoas poderosas no programa e enquanto ele não vai assumir o controle e se tornar o que é o programa, como textura e sabor das histórias, nós gostamos muito disso.”. Jed Whedon afirmou que a série continuaria a enfatizar a resposta do público em geral às pessoas poderosas, dizendo: “A dinâmica do mundo mudou. Havia uma pessoa com poderes, e então pelos Vingadores havia talvez seis no total … agora eles são muito mais predominantes, então há uma reação do público com base nisso”.

Dificuldades no processo da escrita

No balanço entre a criação de novo material e o uso de todo o material já existente, Bell observou que contar histórias que possam entreter todo o público, com fãs da Marvel e iniciados a esse universo pela série, um desafio, e que, para a série, eles tentam adicionar acenos aos filmes do MCU ou aos quadrinhos de uma maneira que funciona bem por si só para todos os espectadores, mas que também possa tem um significado especial para um fã. Sobre onde a série pode se basear nos quadrinhos, Jed Whedon explicou que há áreas dos quadrinhos aos quais a série não pode ir, e que, em última análise, eles usam os quadrinhos apenas como inspiração para gerar sua própria história. Tancharoen elaborou que: “Nós sempre seremos inspirados e influenciados pelos quadrinhos, mas, é claro, no programa, sempre daremos o nosso giro.”. Sobre comparações entre o foco que foi dado na série e o que é utilizado nos filmes, Bell disse que a ABC e a Marvel tinham sido muito generosas com o orçamento da série, e que a produção não podia reclamar em termos de financiamento de uma série em rede, mas que mesmo com todo esse dinheiro em mãos ainda não era nada comparado aos filmes ou mesmo séries como Game of Thrones. Ele explicou que a série tenta criar “momentos da Marvel” da melhor maneira possível, mas ressaltou que alguns dos momentos mais memoráveis dos filmes são menores, momentos dos personagens, algo que funciona muito bem na televisão, então a série se esforça para aqueles quando não pode permitir mais escopo e escala. Jed Whedon elaborou que eles olham para uma sequência e tentam manter apenas o que é necessário para contar a história, então “Se um monstro estiver pousando em um carro, em vez de mostrar todo o monstro pulando no horizonte, queremos estar no carro com o personagem tendo essa experiência.”

Em setembro de 2015, Bell olhou para as duas primeiras temporadas e realizou uma autocrítica acerca dos desafios enfrentados e as mudanças que a ocorreram durante a produção da série. Ele observou a recepção negativa dos fãs em relação ao baixo número de personagens reconhecíveis como Coulson, mas ressaltou que os fãs pareciam ter gostado dos personagens originais da série, os quais a medida em que foram introdução e propriamente desenvolvidos pareciam ter atraído o gosto do público. Ainda sobre isso, o produtor discorrei que, com o crescente número de personagens e relacionamentos complexos da série, ter pares diferentes e construir novos relacionamentos emocionais era importante, e afirmou que “seja um momento de silêncio ou em ação, esperamos [aprofundar] o amor e o público da audiência. preocupação e esperanças para esses personagens.” Um ano depois, ele reiterou a intenção do produtor de criar uma tradição, avançando em” encontrar novas combinações e novos conflitos “entre diferentes conjuntos de caracteres, considerando” muitos procedimentos [ver] as mesmas pessoas fazendo a mesma coisa por cinco anos e o personagem não evolui nem muda.”

Trailer da terceira temporada de Agentes da S.H.I.E.L.D.

Mudanças após a terceira temporada

Os produtores e escritores inicialmente formaram um plano geral para o programa até o final de uma terceira temporada, depois de lerem os roteiros para os próximos filmes do MCU. Em maio de 2016, Chloe Bennet comparou o final da terceira temporada ao “final do primeiro livro da S.H.I.E.L.D. … o final de algo maior e o começo de um novo tom para o show”. Ela elaborou que “as histórias que começamos no início da primeira temporada realmente terminaram no final da terceira temporada. Tivemos algumas grandes perdas de pessoas que estão conosco no programa desde a primeira temporada. Da tabela lida para a primeira no dia do set, definitivamente há uma nova energia do programa “avançando”.

A série foi transferida para o horário posterior das 22h para a quarta temporada. O produtor Jed Whedon comentou que a produção da série estava na espectativa de “se inclinar um pouco mais por causa dessa” mudança, com Loeb acrescentando que “Isso absolutamente oferece oportunidades. Eu não sei se isso muda as coisas de maneira tão dramática [no entanto]. Quero dizer, no final Hoje em dia, a Marvel sempre faz shows que variam entre PG-13 e PG-16. Não faremos Deadpool tão cedo no [ABC]. ” Marvel” teve uma longa conversa com ABC sobre o que podemos nos dar bem, por assim dizer “no novo intervalo de tempo, que levou à inclusão de Ghost Rider na temporada em uma das séries de televisão da Marvel na Netflix, porque a Marvel sentiu” que esse personagem estava certo em dizer [mais sombrio] e mais violentas] histórias agora “e tê-lo no S.H.I.E.L.D. ajudou isso porque “era tão inesperado”. Loeb esperava que a combinação do intervalo de tempo posterior e a introdução de Ghost Rider levassem alguns espectadores que pararam de assistir a série nas temporadas anteriores  a dar-lhe outra chamce e voltar a acompanha-la.

Escrita e preparação para as últimas temporadas

Em maio de 2017, antes da renovação da quinta temporada, Jed Whedon disse que os roteiristas não tinham certeza do que aconteceria na temporada e que seria “pelo assento de nossas calças”. Enquanto começava a escrever o episódio final da quinta temporada no final de fevereiro de 2018, os roteiristas planejavam que ela pudesse servir como final de temporada e série, com alguns elementos que poderiam ser ajustados com base no fato de a série ser renovada por uma sexta temporada ou não, o que os deixariam consequentemente confortáveis para todas as possibilidades. Whedon acrescentou: “Estamos prontos para se este for o fim. Definitivamente, vamos torná-lo gratificante de qualquer maneira”. Apesar disso, a série chega a sete temporadas. Bell disse que, na sétima temporada, sabendo que seria a temporada final, eles “se arriscaram. Há muitas coisas divertidas que nunca tentaríamos no início do programa”.

Escolha do Elenco

Em outubro de 2012, Clark Gregg foi o primeiro ator do elenco principal a ser anunciado para a série, reprisando seu papel como Phil Coulson que já havia participado dos filmes dos Vingadores. Após dois meses, Ming-Na Wen foi anunciada como Melinda May, Elizabeth Henstridge e Iain De Caestecker foram anunciados como Jemma Simmons e Leo Fitz, respectivamente, Brett Dalton foi contratado como Grant Ward e Chloe Bennet como Skye, completando o elenco principal para a primeira temporada.

Na Comic-Con de San Diego 2014, Nick Blood foi anunciado como o intérprete de Lance Hunter para a segunda temporada. Em agosto, Henry Simmons se juntou ao elenco protagonizando Alphonso “Mack” MacKenzie, uma das personagens recorrentes da série, e Adrianne Palicki foi escalada como Morse, como uma convidada para a produção e que apareceria pela primeira vez no episódio “Um Cordeiro na Casa do Lobo”. No mês seguinte, todo o elenco principal da primeira temporada foi confirmado como regular para a segunda temporada, junto com Blood. Palicki se juntou a eles no episódio “Tremores”. Em fevereiro de 2015, Luke Mitchell foi escalado como Lincoln Campbell, um papel recorrente na segunda metade da temporada.

Todos os membros principais do elenco da segunda temporada retornaram para a terceira temporada, com Simmons e Mitchell se juntando a eles, promovidos a partir de seus papéis recorrentes. Em outubro de 2015, a Colméia Inumana foi introduzida para ambas as segunda e terceira temporadas, sendo essa personagem uma entidade que possui o cadáver de Grant Ward, o que o ator Brett Dalton de volta a seu papel na série, só que como uma nova personagem. Também foram apresentadas Natalia Cordova-Buckley e John Hannah, recorrendo como Elena “Yo-Yo” Rodriguez e Holden Radcliffe, respectivamente. Jeff Ward foi introduzido na quinta temporada, como Deke Shaw.

 Alguns cômicos erros de gravação de Agentes da S.H.I.E.L.D.

Conexões com o MCU

O primeiro episódio da série que teve conexão com o Universo Cinematográfico Marvel foi o episódio “The Well”, que acontece após os eventos de Thor: The Dark World. Uma segunda conexão foi feita em torno dos acontecimentos de Captain America: The Winter Soldier, no episódios “End of the Beginning” e “Turn, Turn, Turn”, que, eventualmente, levam a uma adaptação da série para os últimos episódios da 1ª temporada. Começando com “T.A.H.I.T.I.”, todos os episódios que antecederam o crossover com Soldado Invernal eram parte de um bloco de episódios apelidado de “Uprising”. Para a segunda temporada, Tancharoen declarou que a equipe de produção não descartou criar episódios de crossover com Agente Carter ou Guardiões da Galáxia, Whedon acrescentou ainda que tais episódios não seria igual ao que ocorreu com o crossover de The Winter Soldier, e disse: “Em termos de mudanças, [esses episódios] são imbatíveis.”. A série também faz retcon a história do Hidra no UCM, amarrando-a no enredo Inumanos. Na terceira temporada da série houve diversas citações aos eventos que ocorreram em Vingadores: A Era de Ultron e, próximo ao episódio de encerramento da temporada, o “Acordo de Sokovia” apresentado em Capitão América: Guerra Civil também foi referenciado.

Lançamento

A série foi licenciada em 155 países e territórios. sua estreia originalmente ocorreu no dia 24 de setembro de 2013, sendo que me Junho de 2013 o licenciamento para seu lançamento no Canadá foi adquirido pela CTV, e seu lançamento ocorreu junto com o da televisão Americana. Em 22 de agosto de 2013, foi confirmado que o Channel 4 iria transmitir a série no Reino Unido, que começou a transmissão mais tardiamente em 27 de setembro de 2013. Na Austrália, a série estreou no Canal 7 em 2 de outubro de 2013, com a transmissão dos dois primeiros episódios. No Brasil os direitos de transmissão da série são do Canal Sony, onde a primeira temporada começou a ser transmitida em 26 de setembro de 2013.

A audiência da série Agents of S.H.I.E.L.D. na Globo conquistava números altos no Ibope. No entanto, a terceira temporada foi exibida três anos depois entre os dias 7 e 21 de janeiro de 2020 sendo substituída pela série 24 Horas: O Legado. Foi exibida também na faixa do meio-dia, em 2019, na Globo, pelas antenas parabólicas, no espaço reservado ao jornalismo local.

Lançamento em DVD/Blu-ray

A primeira temporada completa foi lançada no dia 9 de setembro de 2014 para o formatos de Blu-ray e DVD (ambos sem legendas para o português). Entretanto, esse lançamento não foi homogêneo, a exemplo disso vê-se que no Reino Unido seu lançamento ocorreu no dia 20 de Outubro de 2014, com seu lançamento em Blu-Ray acompanhado de uma embalagem digipack com legendas em português. O lançamento no Brasil só foi ocorrer em março de 2015, somente no formado de DVDs. A segunda temporada completa foi lançada em 18 de setembro de 2015 em Blu-ray e DVD. Essa temporada também seria lançada no Reino Unido com o mesmo formato já apresentado: incluindo embalagens digipacks, mas sem a confirmação de legendas como ocorreu com a primeira temporada. Infelizmente, ainda não há informação no Brasil para o lançamento da segunda temporada nem em DVDs e nem em Blu-Ray.

Despedida dos participantes da produção de Agentes da S.H.I.E.L.D.

Recepção

Audiência

Nos Estados Unidos, o episódio de estréia de Agents of S.H.I.E.L.D. ganhou uma classificação de 4,7/14 no senso de 18 a 49 anos, coma incrível marca de 12,12 milhões de telespectadores, o que deu a série a conquista de maior estreia de drama de rede em quatro anos. Entretanto, embora a série tenha estreitado com fortes classificações contra sua concorrência, a famosa série policial NCIS, suas classificações caíram consideravelmente nos dois meses seguintes, apesar de continuar sendo o principal show das terças a noite entre  homens de 18 a 49 anos, e no geral foi a terceira maior entre os jovens adultos, ficando atrás de outras séries de renome da televisão americana e internacional, Modern Family e The Big Bang Theory.

Em março de 2016, Alisha Grauso, da Forbes, discutiu a série e suas classificações, descrevendo o programa como “nunca foram as classificações da ABC que a rede esperava que fosse … Já é difícil escrever um roteiro de filme que se encaixe dentro da continuidade do universo cinematográfico da Marvel, ainda mais difícil, com uma temporada de TV que deve atuar como tecido conjuntivo para o mundo em geral, embora seja algo próprio”. Grauso opinou que as classificações da série podem melhorar se ela se concentrar em tentar ser a melhor série possível (com menos conexões com os filmes, como as séries Marvel-Netflix) ou apenas em ser “apoio e ligação com a mundo dos Vingadores “. Grauso concluiu: “O resultado final para qualquer cenário é que, esperamos, as classificações subam e permaneçam. No primeiro caso, os fãs podem se perder pela desconexão do MCU, mas uma história mais forte e uma escrita mais consistente os trariam. novos fãs de volta. No segundo cenário, os fãs sintonizavam todas as semanas por medo de perder um pouco da história que é importante para o mundo maior.”

Recepção da Crítica

Na primeira temporada, o site agregador de críticas Rotten Tomatoes deu para a série um índice de 88% de aprovação dos críticos e com uma classificação média de 7,83/10 baseado em 66 comentários. O site disse: “Agentes da S.H.I.E.L.D certamente agradarão os fãs de quadrinhos, mas o conjunto forte e o ritmo acelerado ajudam a tornar esse show de super-heróis melhor que a média acessível também aos não-fãs”. No famoso site com classificação de séries Metacritic, que usa uma média ponderada, atribuiu uma pontuação de 74/100 com base em comentários de 33 críticos, o que indica “geralmente favorável”.

O Rotten Tomatoes deu à segunda temporada da série um índice de 91% de aprovação dos críticos, com uma classificação média de 7,66/10, baseado em 32 comentários. O site disse: “Agentes da S.H.I.E.L.D relaxam em si mesmos durante sua segunda temporada, mitigando as dores de crescimento do programa, concentrando-se nos personagens e ampliando as emoções narrativas”. A terceira temporada da série possui incrível e raro um índice de 100% de aprovação dos críticos no Rotten Tomatoes, e com uma classificação média de 8,9/10 baseado em 22 comentários. O site disse: “Ainda evoluindo em sua terceira temporada, Agentes da S.H.I.E.L.D atinge ainda mais seu ritmo com uma mistura de emoções, humor e coração”.

A quarta temporada da série possui um índice outro incrível indíce de 96% de aprovação dos críticos no Rotten Tomatoes, e com uma classificação média de 7,75/10 baseado em 25 comentários. O site disse: “Agentes da S.H.I.E.L.D exploram um território mais sombrio em sua quarta temporada com a emocionante introdução do Motorista Fantasma, criando um novo capítulo repleto de ação das mitologias mais ousadas da Marvel”. A quinta temporada consegue novamente alcançar a perfeita marca de 100% de aprovação dos críticos no Rotten Tomatoes, e com uma classificação média de 7,89/10 baseado em 2 comentários. O site disse: “Agentes da S.H.I.E.L.D balançam as cercas com histórias em grande escala e reviravoltas selvagens que elevam a quinta temporada do MCU saturado e em seu próprio espaço”.

A sexta temporada da série possui um índice de 93% de aprovação dos críticos no Rotten Tomatoes, e com uma classificação média de 7,7/10 baseado em 15 comentários. O site disse: “Seis temporadas e Agentes da S.H.I.E.L.D continuam aprofundando sua exploração do espaço e as relações entre seus heróis”. A sétima temporada da série possui um índice de 100% de aprovação dos críticos no Rotten Tomatoes, e com uma classificação média de 7,67/10 baseado em 6 comentários.

Comentários sobre o incrível Spin-off da série Agents of S.H.I.E.L.D.: Slingshot

Spin-Offs

Marvel´s Most Wanted

Em abril de 2015, a Marvel revelou estar desenvolvendo um spin-off de Agentes da S.H.I.E.L.D. estava desenvolvendo, em cuja produção estariam envolvidos Bell e Paul Zbyszewski e teria como protagonistas Palicki e Blood. A ABC transmitiu o projeto até 7 de maio de 2015, quando eles anunciaram suas renovações e cancelamentos de séries e captadores de novas séries. Em agosto de 2015, a série spin-off conseguiu uma segunda chance, a qual veio com sua reformulação e o título de  Marvel’s Most Wanted, com uma ordem para um episódio piloto. Hunter e Morse saíram de Agentes da S.H.I.E.L.D. no episódio “A Despedida”, como Palicki e Blood “fisicamente tiveram que sair para gravar o piloto da nova série”, a qual foi cancelada em Maio de 2016.

Agents of S.H.I.L.D.: Slingshot

Uma série digital de seis partes, Agents of S.H.I.E.L.D.: Slingshot, foi anuncida em 6 de dezembro de 2016, para estrear no ABC.com em 13 de dezembro de 2016. A história segue Elena “Yo-Yo” Rodriguez em uma missão secreta, pouco antes o início da quarta temporada, com Cordova-Buckley reprinterpretando seu papel de Agentes de S.H.I.E.L.D.. Além da atriz, Gregg, Jason O’Mara, Simmons, Bennet, Wen, De Caestecker e Henstridge, todos repetem seus papéis na série como Coulson, Jeffrey Mace, Mack, Johnson, May, Fitz e Simmons, respectivamente. Essa minissérie não foi cancelada e foi lançada integralmente.

Ghost Rider

Em maio de 2019, Hulu encomendou a série Marvel’s Ghost Rider, com Ingrid Escajeda definida como showrunner e produtora executiva ao lado de Zbyszewski e Loeb. Gabriel Luna foi escolhido para reprisar seu papel de Robbie Reyes / Ghost Rider da quarta temporada de Agents of S.H.I.E.L.D. na nova série. Em vez de ser um spin-off tradicional de S.H.I.E.L.D., Hulu descreveu a série como uma nova história que “vive por si mesma”, mas tem o mesmo personagem. Em julho de 2019, Loeb confirmou que a nova série faria referência ao papel de Reyes em Agentes da S.H.I.E.L.D.. Em setembro de 2019, foi anunciado que a série não avançaria devido a diferenças criativas

Mesa redonda em comemoração aos 100 episódios de Agentes da S.H.I.L.E.D.

Prêmios

Critics’ Choice Television Awards – 2013

Most Exciting New Series / Agents of S.H.I.E.L.D. / Venceu

Television Critics Association – 2013

Most Promising New Fall Series / Agents of S.H.I.E.L.D. / Venceu

People’s Choice Awards – 2014

Favorite Actress in a New TV Series / Ming-Na Wen / Indicado
Favorite New TV Drama / Agents of S.H.I.E.L.D. / Indicado

Visual Effects Society Awards – 2014

Outstanding Visual Effects in a Broadcast Program / “Pilot” / Indicado

Golden Reel Awards – 2014

Best Sound Editing – Short Form: Music / “Pilot” / Indicado

Satellite Awards – 2014

Best Television Series or Miniseries / Agents of S.H.I.E.L.D. / Indicado

Saturn Awards – 2014

Best Network Television Series Release / Agents of S.H.I.E.L.D. / Indicado

Online Film & Television Association Awards – 2014

Best Sound in a Series / Agents of S.H.I.E.L.D. / Indicado
Best Visual Effects in a Series / Agents of S.H.I.E.L.D. / Indicado

Teen Choice Awards – 2014

Male Breakout Star / Brett Dalton / Venceu

Prêmios Emmy do Primetime – 2014

Primetime Emmy Award for Outstanding Special Visual Effects / “T.A.I.T.I.” / Indicado

People’s Choice Awards – 2015

Favorite Network Sci-Fi/Fantasy TV Show Agents of S.H.I.E.L.D. / Indicado

Visual Effects Society Awards – 2015

Outstanding Visual Effects in a Broadcast Program / Agents of S.H.I.E.L.D. / Indicado

TVLine’s Performance da Semana – 2015

Performance em “Melinda” / Ming-Na Wen / Venceu

Kids Choice Awards – 2015

Favorite Family TV Show / Agents of S.H.I.E.L.D. / Indicado
Favorite TV Actress / Chloe Bennet / Indicado

Saturn Awards – 2015

Best Superhero Adaptation Television Series / Agents of S.H.I.E.L.D. / Indicado

PRISM Awards – 2015

Television Drama Multi-Episode Storyline – Mental Health / História do Fitz dos episódios “Sombras” até “Coisas que Sepultamos” / Indicado

Teen Choice Awards – 2015

Choice Fantasy/Sci-Fi Series / Agents of S.H.I.E.L.D. / Indicado

Prêmios Emmy do Primetime – 2015

Primetime Emmy Award for Outstanding Special Visual Effects / “Meia Dúzia de Sujos” / Indicado

Online Film & Television Association Awards – 2015

Best Visual Effects in a Series / Agents of S.H.I.E.L.D. / Indicado

TVLine’s Performance da Semana – 2015

Performance em “Leis da Natureza” / Iain De Caestecker / Venceu
Performance em “4.722 Horas” / Elizabeth Henstridge / Venceu

Kids Choice Awards – 2016

Favorite Family TV Show / Agents of S.H.I.E.L.D. / Indicado
Favorite TV Actress – Family Show / Chloe Bennet / Indicado
Favorite TV Actress – Family Show / Ming-Na Wen / Indicado

Irish Film & Television Awards – 2016

Best Actress in a Supporting Role in Drama Television / Ruth Negga / Indicado

TVLine’s Performance da Semana – 2016

Performance em “A Despedida” / Adrianne Palicki / Indicado

Saturn Awards – 2016

Best Superhero Adaptation Series / Agents of S.H.I.E.L.D. / Indicado

Teen Choice Awards – 2016

Choice TV Villain / Brett Dalton / Indicado

California on Location Awards – 2016

Location Manager of the Year – One Hour Television / Justin Hill / Venceu

TVLine’s Performance da Semana – 2017

Performance em “Promessas Quebradas” / Henry Simmons e Natalia Cordova-Buckley / Indicado
Performance em “Sopa de Batata Quente” / Patton Oswalt / Indicado

Golden Reel Awards – 2017

TV – Short Form / “Deals with Our Devils” / 2017

TVLine’s Performance da Semana – 2017

Performance em “Autocontrole” / Elizabeth Henstridge, Iain De Caestecker / Indicado

Kids Choice Awards – 2017

Favorite Family TV Show / Agents of S.H.I.E.L.D. / Indicado

TVLine’s Performance da Semana – 2017

Performance em “O Retorno” / Mallory Jansen / Indicado

Saturn Awards – 2017

Best Superhero Adaptation Television Series / Agents of S.H.I.E.L.D. / Indicado

Teen Choice Awards – 2017

Choice Action TV Show / Agents of S.H.I.E.L.D. / Indicado
Choice Action TV Actor / Gabriel Luna / Indicado

Dragon Awards – 2017

Best Science Fiction or Fantasy TV Series / Agents of S.H.I.E.L.D. / Indicado

TVLine’s Performer of the Week – 2018

]Performance em “O Último Dia” / Ming-Na Wen / Indicado

Visual Effects Society Awards – 2018

Outstanding Visual Effects in a Photoreal Episode / Time de Efeitos Visuais por “Orientação, Parte 1” / Indicado

Saturn Awards – 2018

Best Superhero Television Series / Agents of S.H.I.E.L.D. / Indicado

Teen Choice Awards – 2018

Choice Action TV Show / Agents of S.H.I.E.L.D. / Indicado
Choice Action TV Actress / Chloe Bennet / Indicado

California on Location Awards – 2019

Assistant Location Manager of the Year – Television / Miles Beal-Ampah / Venceu

Teen Choice Awards – 2019

Choice Summer TV Actress / Chloe Bennet / Indicado

The Atlantic

Além das conquista já apresentadas, a revista literária The Atlantic nomeou o episódio “4.722 horas”, de Agentes da S.H.I.E.L.D., como um dos melhores episódios de televisão de 2015.

Imagens

Adriene Palicki agentes da shield
Adrianne Palicki em seu papel como Bobbi Morse
jemma simmons agentes da shield
Agente Jemma Simmons, mais uma das investigadoras da S.H.I.E.L.D. que são apresentadas na série
cenas emocionantes agentes da shield
Algumas emocionantes cenas da série
efeitos especiais agentes da shield
Amostra de alguns dos incríveis efeitos especiais de Agentes da S.H.I.E.L.D
cena de agentes da shield
Cena de Agentes da S.H.I.E.L.D
Cloe bennet tremos agentes da shield
Chloe Bennet, atriz que interpreta Tremor em Agentes da S.H.I.E.L.D.
phil couson agentes da shield
Clark Gregg, o incrível Phil Coulson dos Vingadores que retorna em Agentes da S.H.I.E.L.D.
Grant ward agentes da shield
Grant Ward, que posteriormente volta como A Colmeia em Agentes da S.H.I.E.L.D
tremor nos quadrinhos
Imagem de como Tremor aparece nas HQ´s da Marvel, o figurinho é extremamente parecido com o dos quadrinhos
promocional agentes da shield: slingshot
Imagem promocional do spin-off Agentes da S.H.I.E.L.D. Slingshot
melinda may agentes da shield
Incrível personagem Melinda May
Lance Hunter Agente da shield
Lace Hunter, personagem que é introduzido na segunda temporada da série
Leo fitz Agente da shield
Leo Fitz, um dos Agentes da série
morte teórica de phil em Vingadores
Momento da teórica morte de Clark Gregg no filme Vingadores, veja Agentes da S.H.I.E.L.D. para descobrir mais sobre seu retorno
cena tensão com Lance Hunter
Momento de tensão com foco em Lance Hunter
conflito em agentes da shield
Momento de um dos conflitos de Agentes da S.H.I.E.L.D
motoqueiro fantasma agentes da shield
Motoqueiro Fantasma, personagem que participa de Agentes da S.H.I.E.L.D e posteriormente teria sua própria série na Hulu
yo-yo agente da shield e spin-off
Natalia Cordova-Buckley que interpreta Yo-Yo em Agentes da S.H.I.E.L.D. e seu spin-off Slingshot
deke shaw agentes da shield
Personagem Deke Shaw, interpretado por Jeff Ward
personagens de agentes da shield unidos imagoi
Personagens de Agentes da S.H.I.E.L.D unidos

 

Fontes / Referências: Wikipedia, Imdb e pesquisa do site Imagoi.