Alto Astral

Alto Astral é uma telenovela brasileira criada e transmitida pela Rede Globo no horário das 19 horas de 3 de novembro de 2014 a 9 de maio de 2015, em 161 capítulos, passando no lugar de Geração Brasil e sendo substituída por I Love Paraisópolis. Foi a 85ª “novela das sete” transmitida pela emissora. Baseada na história original deixada por Andréa Maltarolli antes de morrer, foi desenvolvida por Daniel Ortiz, sob supervisão de texto de Sílvio de Abreu, e escrita com ajuda de Claudia Souto, Daniel Berlinsky, Flávia Bessone, Maria Helena Nascimento e Maurício Moraes, e dirigida por Marcelo Zambelli, Alexandre Klemperer e Ana Paula Guimarães com direção geral Jorge Fernando e Fred Mayrink e núcleo de Jorge Fernando.
Contou com as participações de Sergio Guizé, Nathalia Dill, Thiago Lacerda, Cláudia Raia, Christiane Torloni, Débora Nascimento, Edson Celulari e Sílvia Pfeifer.

Informações Gerais

Formato: Telenovela
Gênero: comédia romântica
Duração: 60 minutos
Estado: finalizada
Criador(es): Andréa Maltarolli
Desenvolvedor(es): Daniel Ortiz
País de origem: Brasil
Idioma original: português
Diretor(es): Jorge Fernando
Tema de abertura: “Alma”, Zélia Duncan
Tema de encerramento: “Alma”, Zélia Duncan entre outras músicas
Empresa(s) produtora(s): Projac
Emissora original: Rede Globo
Formato de exibição: 1080i (HDTV)
Formato de áudio: Stereo
Transmissão original: 3 de novembro de 2014 – 9 de maio de 2015
Episódios: 161

Produção

Antecedentes

Originalmente prevista para estrear em 2011, a trama teve de esperar outras novelas com temática espírita e ambientadas em hospital, como Escrito nas Estrelas, Amor Eterno Amor e Amor à Vida serem exibidas. A produção da trama recebeu aval da Globo em agosto de 2013.
Quando Daniel Ortiz recebeu a sinopse, além dos protagonistas, havia também um mentor espiritual denominado Ortiz, curiosamente o sobrenome do autor, e que posteriormente passou a ser chamado Castilho. O título da sinopse original recebeu o nome Muu, que seria alusão a uma vaca que cairia do céu no início da trama, mas devido às alterações, e pelo fato de ter fantasmas, o nome provisório ficou como Búu. Como Búu possuía fonética parecida com outra telenovela: O Rebu, a emissora cogitou outros títulos para a trama. Os outros nomes cogitados foram: AssombraçõesPlano Astral e Supernatural.

Abertura da Novela 

Escolha do elenco

Rafael Cardoso e Bruno Gagliasso foram cotados para serem o mocinho da trama. Porém, Rafael foi remanejado para a novela Império e Bruno desistiu do papel para atuar em Dupla Identidade. Sergio Guizé estava cotado para ser o grande vilão da trama. Mas foi remanejado a posto de protagonista, assim que Bruno Gagliasso desistiu do papel. Para ocupar o posto de vilão que ainda estava vago, a Globo escalou Rodrigo Lombardi. Como o ator já estava no ar em Meu Pedacinho de Chão, decidiu não emendar dois trabalhos seguidos. O personagem ficou com Thiago Lacerda. Cauã Reymond foi convidado por Silvio de Abreu para integrar o elenco, mas recusou o papel.
Débora Falabella foi cotada para ser a protagonista da trama. Mas diante da recusa de Bruno Gagliasso, Falabella também desistiu do papel. Grazi Massafera chegou a ser anunciada pela imprensa como protagonista, porém desmentiu a informação. Paolla Oliveira também foi cotada para o posto de protagonista. Nathalia Dill acabou ficando com a personagem.
Monica Iozzi havia sido escalada para interpretar a vilã cômica Samantha, porém ela perdeu o papel para Cláudia Raia. A atriz ganhou outra personagem na trama. Para compor o visual da personagem, Monica Iozzi usou peruca loira e lentes de contato. As primeiras cenas da atriz foram ao ar no dia 30 de dezembro de 2014.

Gravações

As gravações da trama começaram no dia 28 de julho de 2014, na cidade de Piraí, no Rio de Janeiro. Também contou com gravações nas cidades de Poços de Caldas e Pedra Azul, no Espírito Santo como parte da cidade fictícia de Nova Alvorada.

Elenco da Novela 

Homenagens e menções

O autor Daniel Ortiz homenageou Claudia Raia pelos seus trinta anos de carreira. Sua personagem (Samantha) relembrou personagens da atriz, como Donatela (A Favorita), Lívia Marini (Salve Jorge), Ágatha (Sete Pecados), Ninon (Roque Santeiro), Jaqueline (Ti Ti Ti) e Tonhão (TV Pirata). A cena foi ao ar no dia 17 de dezembro de 2014.
O autor também homenageou a telenovela Torre de Babel. No capítulo 42, do dia 20 de dezembro de 2014, um shopping da cidade fictícia da trama também sofreu uma explosão. Segundo o autor, a sequência de cenas foi uma espécie de homenagem à telenovela de Silvio de Abreu e também às atrizes Christiane Torloni e Silvia Pfeifer.

Participações especiais

Marcou a volta de Maitê Proença às telenovelas, após dois anos afastada. A atriz foi confirmada na trama em março de 2014, mas sua personagem só entrou em cena no capítulo 093 da trama, exibido no dia 18 de fevereiro de 2015.
Igor Rickli fez uma participação importante na trama. Ele interpretou o rei Mohamed, que mexia com as fantasias de Samantha (Cláudia Raia), que vivia uma nova fase e por quem ela se apaixonava. As primeiras cenas dele foram ao ar em 7 de março de 2015. A participação do ator agradou e ele ficou mais um pouco na trama. Encerrada esta participação, o ator só voltou à trama nos últimos capítulos.
O diretor Jorge Fernando também fez uma participação especial na trama, interpretando ele mesmo. Na história, ele contracenou principalmente com Cláudia Raia e Conrado Caputto. As primeiras cenas dele começaram a ser exibidas em 20 de abril de 2015.
A trama também contou com a participação das cantoras de funk, Anitta e Ludmilla. Elas interpretaram elas mesmas, como juradas de um concurso de funk, no qual participavam Samantha (Cláudia Raia) e Pepito (Conrado Caputto). As cenas com suas participações foram ao ar em 4 de maio de 2015.

Cenas da Novela 

Exibição

Exibição internacional

  • Brasil
  • Portugal
  • República Dominicana
  • El Salvador
  • Uruguai
  • Paraguai
  • Bolívia
  • Coréia do Sul
  • Estados Unidos
  • Costa Rica
  • Cabo Verde
  • Estados Unidos
  • Peru
  • Nicarágua

Enredo

Desde pequeno, Caíque (Sergio Guizé) apresentava uma sensibilidade especial. O rapaz, médium, desenhava o rosto de uma jovem desconhecida. Um dia, por obra do destino e graças a armação da espevitada fantasminha Bella (Nathália Costa), Caíque fica frente a frente com Laura (Nathalia Dill), a moça que ele sempre desenhou. Quando ela surge na sua frente, ele mal consegue acreditar que a mulher que sempre esteve nos seus sonhos existe de fato. A descoberta vai mexer muito com os sentimentos dele – e com os dela também. Como explicar tamanha coincidência? O que eles não imaginam é que a coincidência é ainda maior. Laura é a noiva de Marcos (Thiago Lacerda), irmão de Caíque. Mesmo sendo noivo de Laura, Marcos mantém um relacionamento secreto com Sueli (Débora Nascimento).
Mas a rivalidade entre esses dois irmãos vai muito além disso. Herdeiros de um grande hospital, os dois são médicos com atitudes opostas. Marcos é um cirurgião de sucesso, que sonha ter todo o hospital só para ele, enquanto Caíque é um clínico geral que dá diagnóstico até por telefone e faz operações em condições adversas, apesar de ter pavor de sangue. Ninguém sabe, mas, nessas cirurgias, Caíque recebe, contra a vontade, a orientação de um guia espiritual, Castilho (Marcelo Médici). O espírito aparece para ele desde criança, colocando o jovem médico em situações absurdas e cômicas.
Laura (Nathalia Dill) que está no meio da briga entre esses dois irmãos, é uma jornalista determinada. Ela vive com seu avô Vicente (Otávio Augusto) e com seus irmãos Gustavo (Guilherme Leicam) e Bia (Raquel Fabbri). Enquanto Bia é uma garota responsável e trabalhadora, Gustavo é um garoto prepotente e altamente irresponsável. Não apenas critica a vida que leva, mas também se opõe ao romance da irmã com Caíque, e diz que o par perfeito para ela é Marcos. Além de trabalhar e cuidar da família, Laura tenta por meio de investigações, encontrar a sua mãe, que a abandonou quando ela era pequena. Quatro mulheres são suspeitas de ser a verdadeira mãe de Laura, e a jornalista investiga uma por uma, até encontrá-la.
Para reforçar as vilanias aparece Samantha (Cláudia Raia), uma vidente charlatã. Essa mulher exuberante, extravagante e bastante glamourosa já foi bastante famosa graças aos seus poderes de vidência. Mas como ela utilizava suas premonições para ganhar dinheiro, acabou perdendo seus dons. Ex namorada de Caíque e ainda bastante apaixonada, ela vê no médico a sua grande oportunidade de poder voltar ao estrelato e à fama. Para isso ela não poupará esforços, e nem escrúpulos para atrapalhar o romance do médico com Laura. A loira tem como cúmplice o enfermeiro peruano Pepito (Conrado Caputto) que o ajuda em suas vilanias.
Maria Inês (Christiane Torloni) é a mãe adotiva de Marcos e Caíque. Se tornou uma mulher bastante solitária, desde que ficou viúva de Bittencourt. Ela se casou sem amar o seu marido, pois o grande amor da sua vida é Marcelo (Edson Celulari). Vários anos depois eles se reencontram numa biblioteca, e o amor que ambos sentem um pelo outro se reascende. Porém, esse amor enfrentará um grande obstáculo: Marcelo é casado com Úrsula (Silvia Pfeifer), uma mulher sem escrúpulos, que finge ter uma doença mortal apenas para manter o seu casamento. Úrsula finge ser a melhor amiga de Maria Inês, mas no fundo a odeia, pois sabe que seu marido é apaixonado por ela. E isso a vilã não perdoa.
Do outro lado da rua está a família mapa-múndi, composta pelo patriarca Manoel (Leopoldo Pacheco), pela madrasta Tina (Elizabeth Savalla) e pelos filhos Israel (Kayky Brito), Bélgica (Giovanna Lancellotti), Itália (Sabrina Petraglia) e Afeganistão (Gabriel Godoy). Manoel trabalha na lanchonete do clube da cidade, que pertence à família Santana. Irmão de Maria Inês, é um tremendo mão de vaca e não aceita nenhum tipo de ajuda que venha da irmã. Na lanchonete também trabalha Afeganistão, um garoto que só fala errado. Itália é uma enfermeira que trabalha no Hospital Bittencourt. No começo, ela namora com César (Alejandro Claveaux), um playboy que se aproveita dela apenas para vencer uma aposta. Depois ele começa a se apaixonar de verdade pela enfermeira e até tem uma noite de amor com ela. Mas no dia do noivado deles, o vídeo deles no hotel transando vaza para toda a cidade. Além disso, ela descobre a tal aposta e decide terminar seu relacionamento com César. Mesmo ele tendo dito que a aposta foi cancelada e que se arrependeu, a enfermeira não acredita. Israel é um médico-cirurgião, que por muito tempo deixou de executar sua especialidade no hospital, graças a uma armação de Marcos. Sabendo que Israel era um dependente químico, o vilão o afastou do cargo de cirurgião e o obrigou a cuidar dos seus sapos. Caso contrário, contaria tudo para a família do primo. Já Bélgica é uma verdadeira falsa, que finge ser melhor amiga de Gaby (Sophia Abrahão), mas no fundo morre de inveja dela. Enquanto isso Tina divide uma vida entre Nova Alvorada e São Paulo. Quase sempre a matriarca vai a capital paulista, dizendo que vai visitar uma tia chamada Conceição. Mas na verdade ela vai a sua outra casa, pois ela é casada com Pedro (Kadu Moliterno) e mantém outra família.

Cenas da Novela

Final

Ao descobrir que Tina tem outra família, Pedro ameaça se vingar. Com isso, ele sequestra Itália. Porém a família descobre o sequestro, e Manoel vai atrás de Pedro. Durante esta perseguição em uma estrada, o carro de Pedro cai num barranco, explode e ele morre ali mesmo. Marcelo, já desconfiando sobre a doença de Úrsula, a manda se tratar com Marcos. Porém o que ninguém imagina é que Marcos quer matar Úrsula, pois ele pensa que ela é a verdadeira mãe de Laura. Com isso ele aplica injeções enfraquecedoras, alegando ser parte do tratamento. Em um certo dia, Úrsula se sente mal e é levada ao hospital. Ricardo, que já sabia da falsa doença da mãe, pede para que Fernando refaça todos os exames nela e que os resultados sejam entregues primeiramente a Maria Inês. Mesmo sem entender nada, Fernando aceita. Assim que os resultados do exame saem, Maria Inês os recebem e fica chocada ao descobrir que Úrsula sempre fingiu ser doente. Ela vai até a casa da falsa amiga e a confronta, e para se vingar lhe dá uns bons tapas. Marcelo, ao descobrir a farsa da mulher sai de casa e vai morar com Maria Inês. Algum tempo depois, Úrsula descobre que realmente tem um tumor incurável no cérebro e correndo o risco de morrer sozinha, ela se aproxima de uma empregada da família. Durante uma discussão, Marcos ameaça bater em Azeitona. Não conformada com a situação, Sueli grita que ele é seu filho. Ambos se espantam e ela sofre com o desprezo do filho. Porém um tempo depois ele aceita Sueli como mãe e Aurélia como sua avó. Empenhados a desmascarar Marcos, Laura e Caíque tentam buscar provas contra o vilão. Laura convence Sueli a contar tudo o que Marcos fez de mal, enquanto Caíque tentava fazer Miranda, o cúmplice de Marcos, também fazer sua confissão. O plano deles tem êxito e Marcos é desmascarado frente a todos e depois é levado preso. Se sentindo aliviada, Laura decide retornar ao assunto da sua mãe biológica. Ela faz um novo teste de DNA e descobre que Úrsula não é sua mãe. Decidida, ela vai à casa da vilã e a enfrenta, e diz que só sai de lá quando souber toda a verdade. Sem saída, Úrsula revela a grande verdade: Maria Inês é a verdadeira mãe de Laura. Ela ainda assume que, assim que o bebê havia nascido, ela mentiu dizendo que ele havia morrido logo após o parto. E também mentiu sobre o sexo do bebê, pois ela afirmou que havia nascido um menino. Logo depois, ela colocou o bebê numa caixa de papelão e o deixou na frente da casa de Mauro, o homem que toda vida Laura pensou que fosse seu pai. O motivo de tanta maldade era que Laura era filha de Maria Inês com Marcelo, e isso despertou a fúria de Úrsula. Assim que Laura descobre toda a verdade, ela vai até a casa de Maria Inês contar tudo. Maria Inês também se choca com a verdade e com coisas que ela não sabia, mas fica feliz ao ter de volta sua filha. Suzana descobre que suas visões do Oscar são realidade e que ele está vivo. Ele a persegue até um precipício e a obriga a se jogar. Quando ela estava prestes a pular, a polícia aparece, a resgata e decreta voz de prisão pra Oscar. Para não ir preso, ele se joga do precipício. Gaby e Emerson terminam em clima de romance, planejando se casarem. Samantha, fracassada na vida de dançarina de funk, reencontra o rei Mohammed. Ela casa com ele e se torna uma rainha. Pepito também vai morar no reino, junto com seu affair Nazir. Durante um jantar de noivado entre Afeganistão e Dirce, eles descobrem que ela já está morta. Triste, ela decide se isolar. Na hora de fazer a passagem estão reunidos Meire, Salvador, Morgana, Castilho e Dirce. Porém minutos antes de partir, Dirce decide que quer ficar um pouco mais de tempo na terra, e corre para os braços de Afeganistão. Tina e Manoel voltam às boas. Israel decide engordar para poder ficar ao lado de Bia. Bélgica é julgada e condenada a prestar serviços comunitários. Adriana também é julgada e condenada a trinta anos de prisão em regime fechado, pela morte dos pais adotivos de Laura. Scarlett recupera sua herança e vai viver o seu amor com Ricardo. Gustavo também é julgado por porte de drogas e passa cinco anos na prisão. Assim que ele sai, Kitty volta ao Brasil e o leva para morar com ela na Europa. Dentro da prisão, Marcos está sedento de vingança. Ele combina participar de uma rebelião com uns presos, para conseguir fugir. Assim que ele sai da prisão, ele sequestra Laura. Caíque fica sabendo do sequestro e vai atrás de Marcos, que aponta uma arma pra ele. Caíque enfrenta Marcos e entra numa briga corporal com ele. Durante esta briga, o revólver dispara e Marcos é atingido. Disposto a ajudar o irmão, Caíque realiza uma cirurgia espiritual e salva Marcos. Vendo aquilo, Marcos finalmente se convence que Caíque tem o dom da mediunidade e que pode curar as pessoas. Marcos é levado ao hospital, é diagnosticado com esquizofrenia e fica internado numa clínica. Algum tempo depois, Laura dá a luz à Bella. Cinco anos se passam, e Caíque, Laura e Bella correm numa praia, dando assim um desfecho à história.

Entrevista com Silvio de Abreu

Elenco

  • Sérgio Guizé Carlos Henrique Bittencourt (Caíque)
  • Nathalia Dill Laura Martins
  • Thiago Lacerda Marcos Bittencourt
  • Cláudia Raia Samantha Santana Abdullah Al Masi (Samantha Paranormal)
  • Débora Nascimento Sueli Caldas
  • Christiane Torloni Maria Inês Pereira Bittencourt
  • Edson Celulari Marcelo Barbosa
  • Silvia Pfeifer Úrsula Barbosa
  • Elizabeth Savalla Cristina Pereira Romantini (Tina)
  • Leopoldo Pacheco Manuel Pereira
  • Maitê Proença Kitty Santana
  • Conrado Caputto Pepe Perez (Pepito)
  • Nathália Costa Bella Martins Bittencourt
  • Otávio Augusto Vicente Martins
  • Marcelo Médici Castilho
  • Monica Iozzi Scarlett Máximo / Aparecida Santos (Cidinha)
  • Totia Meireles Adriana Máximo
  • Guilherme Leicam Gustavo Martins
  • Sophia Abrahão Gabriela Santana Peixoto (Gaby)
  • Sérgio Malheiros Emerson Duarte
  • Giovanna Lancellotti Bélgica Pereira
  • Sabrina Petraglia Itália Pereira
  • Alejandro Claveaux César Santana
  • Nando Rodrigues Ricardo Barbosa
  • Rosanne Mulholland Débora Lara
  • Raquel Fabbri Beatriz Martins
  • Kayky Brito Israel Pereira
  • Gabriel Godoy Afeganistão Pereira
  • Marianna Armellini Ana Dirce Rosas
  • JP Rufino Adeilson Duarte (Azeitona)
  • Adriana Prado Suzana Santana Peixoto
  • Carlo Porto Eduardo Tavares
  • Marat Descartes Fernando Tallarico
  • Hugo Bonemer Nicolas Pereira Romantini
  • Ana Carbatti Aurélia Duarte
  • Débora Olivieri Meire Rosas
  • Maria Carol Nildes Batista
  • Débora Rebecchi Liz Barbosa
  • Fábio Audi Heitor Santana Peixoto
  • Marilu Bueno Marieta Santana
  • Simone Gutierrez Morgana (A Voz)
  • Rodrigo Lopez Salvador Stigler
  • Norival Rizzo Walter Escobar
  • Lana Guelero Lucia Garcia
  • Rodrigo Serrano Murilo Santiago
  • Pedro Farah Afonso
  • Nina Frosi Dionice
  • Luciana Rigueira Rosa

Participações Especiais 

  • Igor Rickli Mohammed Abdullah Al Masi, Rei de Maktub
  • Juan Alba Oscar Peixoto
  • Jorge Fernando Ele mesmo
  • Soares Ele mesmo
  • Fátima Bernardes Ela mesma
  • Fábio Rhoden Marcelo Barbosa (jovem)
  • Elisa Brites Maria Inês Pereira Bittencourt (jovem)
  • Xande Valois Carlos Henrique Bittencourt (criança)
  • Gabriel Kaufmann Marcos Bittencourt (criança)
  • Hanna Romanazzi Kitty Santana (jovem)
  • Paula Baltar Samantha Santana (jovem)
  • Laís Pinho Scarlett Máximo (adolescente)
  • Matheus Venâncio Ricardo Barbosa (adolescente)
  • Kadu Moliterno Pedro Romantini
  • Victor Sparapane Victor
  • Jarbas Homem de Mello Ele mesmo
  • Anitta Ela mesma
  • Ludmilla Ela mesma
  • Tatá Werneck Ela mesma
  • Ana Maria Braga Ela mesma
  • Marcos Reis Léo
  • Java Mayan Giba
  • Luciano Andrey Nazir
  • Renata Augusto Laila Abdullah Al Masi, Princesa de Maktub
  • Paulo Carvalho Diziabas
  • Daniel Dias e Silva Miranda
  • Gutemberg Barros Haroldo Máximo
  • Léo Wainer Osvaldo
  • Ricardo Pavão Celso Luiz Esteves
  • Júnior Prata Evandro
  • Vanessa Gabriel Vanessa

Músicas

Volume 1 -Capa: Nathalia Dill e Sérgio Guizé como Laura e Caíque

1. “Alma” Zélia Duncan
2. “Diz Pra Mim” Malta
3. “Sócio do Amor” Lulu Santos
4. “Verdade, Uma Ilusão” Marisa Monte
5. “Tudo Com Você” Victor & Leo
6. “Na Batida” Anitta
7. “Pra Curar Essa Dor (Heal The Pain)” Fernanda Takai Part. Esp.: Samuel Rosa
8. “Rumo ao Infinito” Maria Rita
9. “Entre Sem Bater” Jota Quest
10. “Somente Nela” Moska
11. “Sempre Diz Que Não Tem” Pixote
12. “Não Quero Olhar Pra Trás” Scarcéus
13. “Em Meio a Tudo” Christiano Dortas

Volume 2 – Capa: Cláudia Raia e Thiago Lacerda como Samantha e Marcos

1. “Saideira” Santana feat. Samuel Rosa
2. “Mais Ninguém” Banda do Mar
3. “Tudo Sobre Você” Zélia Duncan
4. “Show das Poderosas” Anitta
5. “O Que Importa é a Gente Ser Feliz” Fábio Jr.
6. “Muito Romântico” Luiz Melodia
7. “Escândalo” Fafá de Belém
8. “Esses Moços” Gilberto Gil
9. “Sentado à Beira do Caminho” Wanderléa
10. “O Amor” Zizi Possi
11. “Um Dia de Domingo” Gal Costa part. esp.: Tim Maia
12. “O Que Tinha de Ser” Elis Regina
13. “Mil Poemas” Jammil e Uma Noites
14. “Peço Só” Danilo de Moura
15. “Além” Tio Che

Internacional – Capa: Christiane Torloni e Edson Celulari como Maria Inês e Marcelo

1. “Stay With Me” Sam Smith
2. “All of Me” John Legend
3. “Best Day of My Life” American Authors
4. “No No No” Cymcolé
5. “The Way You Look Tonight” Gloria Estefan
6. “Love You Forever And A Day” Kathryn Dean
7. “Right By Your Side” Xavier & Ophelia
8. “My City Now” Michael Kisur
9. “La Luz” Juanes
10. “Don’t Say Goodbye” Sérgio Mendes feat. John Legend
11. “Cry Me A River” Caetano Veloso
12. “Unchained Melody” Dan Torres
13. “Time Stand Still” Daniel Boaventura Part. Esp.: Trijntje Oosterhuis
14. “Verdad Amarga” Nana Caymmi
15. “Sing Sing Sing” Cluster Sisters
16. “Ghost Writer” Fleeting Circus

Instrumental – Capa: Logotipo da novela

1. “Aventura Bella”
2. “Caíque”
3. “While My Harpejii Gentiy Weeps”
4. “Dr. Castilho”
5. “Funny Aa #1”
6. “Fantasma Vicente”
7. “Meianote em Paris (A Valsa)”
8. “Clube Lagoas”
9. “Drama Caíque”
10. “Dreaming Of You”
11. “Coconut Groove”
12. “Dramático”
13. “Laura In Love”
14. “Samantha em Transe”
15. “Samantha Relax”
16. “H.M.”
17. “Drama Ethereo”
18. “Samantha”
19. “Valsa em Preto e Branco”
20. “The Frog”
21. “Sapo #1”
22. “Sapo #2”
23. “Solitude #1”
24. “Chase Aa #1”
25. “Solitude #2”
26. “Chase Aa #2”
27. “Tenso Leve #1”
28. “Suspense Ethereo #1”
29. “Chase Aa #3”
30. “Chase Alma”

Repercussão

Críticas

O crítico de televisão Nilson Xavier, que tem uma coluna no portal UOL, declarou no lançamento de Alto Astral, que a trama prometia ser o que as novelas anteriores do horário das 19 horas não haviam conseguido. Segundo ele, chegou a ser um alívio assistir à estreia de Alto Astral depois de tramas pretensiosas neste horário, como Além do Horizonte. Também elogiou a produção da trama, a trilha sonora e a abertura. Ele concluiu dizendo que “Alto Astral prometia leveza em um horário que vinha sofrendo bastante com a baixa aceitação do público. Não trazia nada de diferente, nada além do já visto inúmeras vezes antes. Talvez, por isso, poderia agradar. Segundo ele, “inovação é sempre bem-vinda. O trivial também.” Afirmou ser um texto agradável, ao gênero de um folhetim e que a temática da trama agradaria o público.
Vanessa Paes Barreto, do Yahoo afirmou que a estreia de Alto Astral, “foi simples e simpática, trazendo de volta aquela sensação de que, se tudo caminhar bem, será possível sentar e relaxar na frente da TV para acompanhar uma trama leve, bonita e despretensiosa”. Ela destacou os personagens Marcos (Thiago Lacerda), o nomeando com extremamente cruel e Samantha (Cláudia Raia), que chegou “chegando” e promete momentos hilários na trama.
Fernando Oliveira, do R7 salientou que a história se iniciou relembrando sequências e tramas de outras novelas, e que a questão de recuperar a audiência pareceu secundária à Alto Astral, pelo fato da trama de recorrer a temáticas que fizeram história na faixa, em sucessos como A Viagem. O crítico elogiou os protagonistas, que segundo ele se mostraram à vontade em seus personagens. Ele também elogiou as atuações de Thiago Lacerda e Marcelo Médici e pequenas ousadias da trama. Ele conclui dizendo que “depois da complexidade tecnológica de Geração Brasil e da ficção científica de Além do Horizonte, uma novela leve pode ser bem vinda pelo público. Nesse sentido, o folhetim promove um retorno às características principais da faixa das sete”.
A jornalista Patrícia Kogut declarou que Alto Astral teve uma estreia bonita e dramática. Para ela, o primeiro capítulo teve clima de conto de fadas e teceu elogios ao autor Daniel Ortiz, afirmando que ele se saiu bem ao apresentar sua história, desviando dos didatismos e acertando na decisão de introduzir personagens aos poucos. Ela também elogiou a direção da novela, a iluminação e a fotografia e encerra sua critica dizendo que “Alto Astral já mostrou a que veio”.
Após a exibição do último capítulo, o crítico Nilson Xavier declarou que, mesmo sendo uma novela despretensiosa, repleta de “clichês de folhetim”, como por exemplo “a luta do bem contra o mal” e “vida além da morte”, terminou por conquistar o público. Elogiou tanto a direção de Jorge Fernando e sua equipe, como o elenco, produção e roteiro. Afirmou também que o texto de “Alto Astral” conseguiu cativar o público, principalmente pelas boas atuações do elenco.

Trailer da Novela 

Audiência

A estreia de Alto Astral cravou 24,6 pontos no IBOPE. Cada ponto equivale a 65 mil domicílios na Grande São Paulo. Foi a melhor estreia de uma novela das 19 horas desde Sangue Bom (com 28 pontos), em abril de 2013, e superou as estreias de suas duas antecessoras, Geração Brasil (que conseguiu 24,1) e Além do Horizonte (24). No confronto, a Record marcou 10,6 e o SBT, 7. O segundo capítulo da novela consolidou uma audiência ainda maior que a do primeiro: 25,1 pontos com picos de 30, maior pico de uma novela das 19 horas desde Sangue Bom. A primeira semana da trama alcançou uma média de 23 pontos, índices superiores à das suas antecessoras Geração Brasil, que alcançou 22 pontos e Além do Horizonte, que alcançou 21.
No dia 27 de novembro de 2014, bateu um novo recorde de 26 pontos, sendo a maior audiência já conquistada no horário desde Sangue Bom. Neste dia, foi ao ar a cena em que Laura abandona Marcos no altar.
No dia 31 de dezembro, a trama marcou 15 pontos na Grande São Paulo, já que é normal as audiências caírem na noite de Ano Novo. As duas últimas tramas que foram ao ar no Réveillon no horário (Guerra dos Sexos e Além do Horizonte) registraram a mesma audiência. Sua menor audiência é de 14 pontos, alcançada em 1 de janeiro de 2015.
No dia 11 de março, a trama repetiu seu recorde de audiência, alcançando 25.5 pontos de média e picos de 30. No dia 25 de março, a trama superou a audiência da novela Babilônia em décimos. Enquanto a trama das 9 permaneceu com 24.8 pontos, Alto Astral obteve 25.3 pontos. No dia 8 de abril, a trama superou mais uma vez a audiência de Babilônia e também a audiência do Jornal Nacional. Enquanto a trama das 9 e o jornalístico obtiveram 25.2 pontos, Alto Astral obteve 26.2 pontos, que até então, é seu recorde. Em 21 de abril, bateu recorde de audiência, alcançando 27 pontos de média. Sua maior audiência é de 29 pontos, alcançada em 4 de maio de 2015. Essa mesma audiência foi alcançada no penúltimo capítulo, em 7 de maio.
O último capítulo obteve média de 28 pontos com picos de 30 e 43.9% de participação, garantindo a liderança absoluta, e foi a maior audiência desde Sangue Bom. A trama teve média de 22 pontos, ainda abaixo da meta de 25 para o horário, porém acima das antecessoras Geração Brasil e Além do Horizonte, que alcançaram 19 e 20 pontos de média, respectivamente.

Prêmios e indicações

2015 – Prêmio Contigo! de TV

  • Melhor Ator Infantil – JP Rufino

Fotos da Novela

Novela Alto Astral
cenas da Novela Alto Astral
Novela Alto Astral
Casal Protagonista -Novela Alto Astral – Sérgio Guizé e Nathalia Dill
Novela Alto Astral
Christiane Torloni  na Novela Alto Astral
Novela Alto Astral
Giovana Lancelloti – Novela Alto Astral
Novela Alto Astral
Cenas da Novela Alto Astral – Thiago Lacerda
Novela Alto Astral
Maitê Proença – Novela Alto Astral
Novela Alto Astral
Nathália Dill e Thiago Lacerda – Novela Alto Astral
Novela Alto Astral
Personagens da Novela Alto Astral – Marcelo Medici e Marianna Armellini
Novela Alto Astral
Cenas da Novela Alto Astral – Sergio Guizé
Novela Alto Astral
Jorge Fernando – Diretor da Novela Alto Astral
Novela Alto Astral
Cenas da Novela Alto Astral – Sergio Guizé e Nathalia Dill
Novela Alto Astral
Bastidores da Novela Alto Astral
Novela Alto Astral
Bastidores da Novela Alto Astral
Novela Alto Astral
Edson Celulari – Novela Alto Astral
Novela Alto Astral
Laura e Caique – Novela Alto Astral
Novela Alto Astral
Cenas da Novela Alto Astral
Novela Alto Astral
Elenco da Novela Alto Astral
Novela Alto Astral
Cenas da Novela Alto Astral – Claudia Raia
Novela Alto Astral
Nathália Dill e Cláudia Raia – Novela Alto Astral
Novela Alto Astral
Novela Alto Astral – Nathalia Dill

Fontes / Referências: WikipédiaImdb e busca do site Imagoi.