Amor à Vida

Amor à Vida é uma telenovela brasileira criada pela Rede Globo e transmitida no horário das 21 horas, de 20 de maio de 2013 a 31 de janeiro de 2014, em 221 capítulos, exibida no lugar de Salve Jorge e sendo substituída em seguida por Em Família. Foi a 5.ª “novela das nove” exibida pela emissora. Escrita por Walcyr Carrasco, teve a colaboração de Daisy Chaves, Eliane Garcia, Daniel Berlinsky e Márcio Haiduck. Com direção de Marcelo Travesso, Marco Rodrigo, André Felipe Binder, André Barros e Marcus Figueiredo. A direção geral foi de Mauro Mendonça Filho e núcleo de Wolf Maya. Em 2016, a história foi vencedora do GLAAD Media Awards na categoria Melhor Novela.
Teve participações de Paolla Oliveira, Malvino Salvador, Juliano Cazarré, Mateus Solano, Susana Vieira, Antônio Fagundes, Elizabeth Savalla, Tatá Werneck.

Informações Gerais 

Formato: Telenovela
Gênero: drama-romance
Duração: 60 minutos
Estado: finalizada
Criador(es): Walcyr Carrasco
País de origem: Brasil
Idioma original: português
Diretor(es): Mauro Mendonça Filho
Narrador(es): José Wilker (chamadas de estreia)
Tema de abertura: “Maravida”, Daniel
Empresa(s) produtora(s): Projac
Localização: São Paulo
Emissora original: Rede Globo
Formato de exibição: 1080i (HDTV)
Transmissão original: 20 de maio de 2013 – 31 de janeiro de 2014
Episódios: 221

Produção

A trama substituta de Salve Jorge era para ser, originalmente, a última produção novelística de Manoel Carlos, porém Walcyr Carrasco foi convidado para escrever a novela, que teve os títulos provisórios de Em Nome do Filho. e Em Nome do Pai. Posteriormente, o título foi definido como Amor à Vida. Depois de ter enfrentado problemas na pré-produção, a novela estreou em 20 de maio de 2013.
A trama que se passa na capital paulista, tendo como um dos principais cenários o fictício hospital San Magno, da família Khoury, onde muitas histórias se desenrolam, e muitas relações acontecem. O cenário foi construído na cidade cenográfica e reúne, além da recepção, uma entrada de emergência, o pátio de ambulâncias, lojas de conveniências, livraria e floricultura. Na trama, o hospital está localizado na Avenida Paulista. O hospital fictício foi construído no mesmo local onde foi construída a mansão da família Tufão da novela Avenida Brasil, e é conhecido como o maior cenário já criado pela emissora. São 8 mil metros quadrados no total, o que equivale a uma cidade cenográfica. Por meio de computação gráfica, foram inseridos 30 andares. A mansão da família Khoury e da personagem Nicole também são um dos principais cenários da trama, além do bairro fictício onde vive a família do personagem Bruno e a ex-chacrete Márcia e sua filha, Valdirene.

Abertura da Novela 

Escolha do elenco

Nathalia Dill foi a primeira convocada para o papel da protagonista Paloma, mas a atriz optou por aceitar o convite para Joia Rara já que se tratava da antagonista. Paolla Oliveira foi comprovada em seguida. No início o personagem Félix seria uma mulher, a qual o autor desejava que fosse interpretada por Flávia Alessandra e Cláudia Raia, porém ambas acabaram sendo convidadas antes para Salve Jorge, o que dificultou que qualquer uma das duas topasse, sendo que Walcyr decidiu então transformar a personagem em um homem homossexual e Mateus Solano ficou com o personagem. Leandra Leal foi chamada para interpretar Aline, porém a atriz optou por integrar o elenco de Saramandaia alegando não gostar do perfil da personagem – que inicialmente era apenas amante de César, se tornando a principal antagonista apenas após Walcyr fazer alguns ajustes no texto durante a exibição.
Vanessa Giácomo, que estava certa como Nicole, foi remanejada para o papel de Aline e Fernanda Machado foi chamada para ficar com o papel vago. Mais tarde, no entanto, houve uma troca de personagens: Marina Ruy Barbosa não havia convencido a direção da novela como a antagonista Leila, sendo transferida para o papel da sofredora Nicole, enquanto Fernanda ficou com o papel da malvada. Cássia Kis foi escalada para viver Ordália, porém ela teve que se afastar por problemas de saúde e o papel ficou para Eliane GiardiniPaulo Vilhena teve que abrir mão do personagem Niko para dar preferência ao seriado A Teia, que havia sido aprovado pouco antes da novela se iniciar, passando o papel para Thiago Fragoso. 

Vinheta de abertura

A abertura foi criada pelo designer norte-americano Ryan Woodward, que já fez filmes como Os Vingadores e nas duas sequências da franquia Homem-Aranha. Com o tema “Maravida”, interpretada pelo cantor Daniel, a animação retrata um casal dançando e se transformando em pássaros, uma referência à cultura aborígene peruana, primeiro cenário da novela. Ao fundo, vê-se pontos turísticos da grande São Paulo, principal ambientação da trama.

Melhores Momentos Félix

Mudança no enredo

A personagem Nicole, interpretada por Marina Ruy Barbosa descobriu que tinha um Linfoma de Hodgkin tipo 4, e poderia ter que raspar o cabelo, porém, ocorreu uma controvérsia com o rumo da história. Nicole deixou de raspar o cabelo, mudando de ideia quando o cabeleireiro estava prestes a dar a primeira tesourada. Houve boatos de que isso teria sido opção da própria Marina, famosa pelos seus cobiçados cabelos ruivos, só que mais tarde a atriz desmentiu isso para a mídia e o próprio autor se pronunciou, afirmando que ele mesmo optou pela mudança da trama em função dos pedidos dos fãs. O autor decidiu pela morte de Nicole no dia do seu casamento com Thales. Walcyr Carrasco foi muito criticado pela morte de Nicole, uma personagem querida do público, porque o câncer Linfoma de Hodgkin tipo 4 é curável, com grande percentual de cura. Houve rumores de que isto poderia ter sido uma espécie de “vingança” do autor, pelo fato da atriz não ter raspado a cabeça, porém, a atriz continuou na trama, aparecendo como o espírito de Nicole que se comunica com Thales, que sofre muito com a morte do seu amor.
A personagem Perséfone, interpretada por Fabiana Karla, passou toda a novela sendo humilhada pelo motivo de ser gorda, e por isso continuava sendo virgem até a meia-idade. Essa humilhação constante incomodou demais as mulheres gordas, que criaram um movimento contra essa situação. Foi feito um abaixo-assinado para apoio ao movimento. Apesar do casamento de Perséfone (Fabiana Karla) com Daniel (Rodrigo Andrade) ter sido tratado com destaque dentro da trama, o público não aceitou o casal com simpatia, e a audiência da novela caiu nos capítulos em que o casamento foi o assunto principal.
Outras mudanças de planos puderam ser notadas na novela. Alguns atores tiveram que deixar a novela antes do previsto, para diminuir a quantidade de núcleos excessivos na trama, tentando evitar o mesmo fracasso de audiência de sua antecessora Salve Jorge, que pecou da mesma forma. Foi o caso de Nathália Rodrigues, que acabou tendo que deixar a trama logo em seu terceiro mês, quando sua personagem morre assassinada por Glauce, quando descobre todo o seu plano de forjar o teste de DNA de Paloma. Outra que deixou a produção mais cedo foi Maria Maya, intérprete da vilã Alejandra, que teve a personagem morta de overdose de drogas em setembro. No entanto, a morte da personagem veio a calhar, já que suas últimas palavras livraram Paloma da prisão.
O personagem César Khoury, de Antônio Fagundes, morreria assassinado misteriosamente no capítulo 80 da novela. Mas, o autor preferiu continuar com o personagem na trama e não repetir mais uma vez o tema Quem Matou? nos folhetins. Fagundes, que foi cogitado para deixar a produção de Amor à Vida mais cedo, para poder integrar o elenco da sucessora de Manoel Carlos, preferiu seguir no folhetim de Walcyr Carrasco.
Uma grande polêmica foi criada quando Walcyr Carrasco mandou um recado às equipes de caracterização e figurino de “Amor à vida” para que cortassem o cabelo do menino Jayminho (Kaiky Gonzaga), em processo de adoção por Niko (Thiago Fragoso). “Tenho ouvido críticas pesadas ao cabelo dele. Quero um personagem bem aceito”, disse o autor para a coluna da jornalista Patrícia Kogut, do jornal O Globo. Ele foi acusado de ser preconceituoso e racista. Apesar da grande repercussão negativa sobre o caso, o cabelo do menino foi cortado.
A trajetória da personagem Valdirene vivida por Tatá Werneck foi duramente alterada. Inicialmente o roteiro indicava que em certo ponto da trama a personagem deixaria de dar em cima de famosos para virar uma cantora evangélica, o que seria um assunto inovador na teledramaturgia. Porém, a personalidade atacada e cômica de Valdirene conquistou tanto o público, que o autor optou por não mudar a personagem. A religião evangélica, entretanto, foi abordada em outro núcleo: o da personagem Gina, que ganhou mais destaque na trama depois deste fato.

Elenco da Novela

Novos personagens

Assim como alguns tiveram que deixar a trama, outros atores entraram inesperadamente no meio dela a convite de Walcyr Carrasco. Foi o caso de Carol Castro, que entrou na trama no dia 5 de julho, na pele da advogada Sílvia, que era para ser apenas uma participação especial que formaria um triângulo amoroso entre os personagens principais. Porém, a personagem acabou permanecendo na trama com outra função, de interferir na relação de Patrícia e Michel, já que ela revela ser a esposa do médico. Ao longo da novela sua personagem também descobre que tem que retirar um seio, gerando mais um assunto polêmico na trama, o câncer de mama. Já Márcio Garcia, que participou dos primeiros capítulos como o marido adúltero de Patrícia, voltou no meio da novela para também separar sua ex-noiva de Michel.
Carlos Machado entrou na trama em 7 de agosto, como o milionário Ignácio. Seria apenas uma participação especial, mas o personagem voltou para ficar até o final da trama, com sua mãe Eudóxia, interpretada por Ângela Rabelo.
Outro que entra no meio da história é José Wilker, interpretando o médico Herbert Marques, substituto de César no cargo de diretor clínico do hospital San Magno. O personagem também é um ex-caso de Ordália, e suposto pai biológico de Gina. Curiosamente, Wilker havia narrado as chamadas da novela antes de sua estreia. A estreia do ator na trama aconteceu no capítulo do dia 26 de setembro de 2013. Esse foi o último papel do ator, que faleceu em 4 de abril de 2014.
Sophia Abrahão entra na trama a partir de 2 de outubro, como Natasha, filha de Lídia (Angela Rebello) com o pai de Nicole (Marina Ruy Barbosa), que vivia no exterior e retorna para investigar a morte da irmã junto com Rogério (Daniel Rocha).
Sidney Sampaio, que já estava no elenco da antecessora Salve Jorge, acabou emendando trabalho ao entrar no meio da trama de Amor à Vida como o evangélico Elias, que faz par romântico com Gina (Carolina Kasting). O ator entrou na trama no capítulo de 7 de novembro de 2013.
Francisco Cuoco também entrou nas últimas semanas da novela como o fazendeiro Rubão, marido de Eudóxia e pai de Ignácio. As primeiras cenas do ator foram ao ar em 3 de janeiro de 2014

Enredo

Os irmãos Félix e Paloma são os herdeiros da rica e tradicional família paulistana Khoury. O pai deles, César, é um respeitado médico clínico geral, e dono do hospital San Magno, em São Paulo. Enquanto Paloma não é nada materialista e muito honesta, Félix é o oposto. Sabendo da preferência do pai pela irmã, Félix não mede esforços para tentar tirá-la do seu caminho e assim ficar como único herdeiro.
César é casado com a ambiciosa Pilar, que conheceu na faculdade. Ambos têm um casamento sólido, mas marcado por muitos mistérios no passado, que envolvem a vida de toda a família. César tem muito apreço por sua família, especialmente por Paloma, a quem ele deseja a sua sucessão no comando do hospital. Já a matriarca Pilar não se dá bem com a filha, a ignorando, mas morre de amores pelo filho, por quem o pai não tem tanto apreço. César o considera a pessoa mais “amarga” da família. Incapaz de se formar como médico, Félix acabou formando-se em administração hospitalar, para conseguir um cargo e pôr em prática suas armadilhas dentro do hospital. Frio e calculista, desvia dinheiro, se aproveitando de informações privilegiadas, planejando sempre a execução de seu maior plano: tomar a frente dos negócios da família. O que ninguém sabe é que ele próprio vive um grande dilema: é homossexual não assumido. Casado com Edith, tem um filho adolescente, Jonathan. Edith tem um passado misterioso, que envolve seu sogro, César, e esse segredo irá abalar a estrutura da família.
Durante uma viagem familiar ao Peru, Paloma se apaixona loucamente pelo aventureiro Ninho. Toda sua família é contra o relacionamento. Félix, de forma calculista, incentiva sua irmã a viver esse romance. Ela acaba fugindo com ele, para se ver livre das pressões da família Khoury e acaba engravidando. A relação dos dois acaba se desgastando, devido a brigas e ciúmes constantes, além do jeito de ser de Ninho, despreocupado com o futuro, o que acaba revoltando Paloma.
De volta ao Brasil, ela é humilhada pela mãe, e acaba expulsa da mansão. Morando de favor com as amigas, Paloma, após reencontrar Ninho e ter uma intensa briga, acaba passando mal, e dá à luz no banheiro de um bar do Centro de São Paulo, com a ajuda de Márcia, uma ex-chacrete e ex-garota de programa. Márcia é muito bem humorada, simpática e popular, que estava no local, e após fazer o parto, por ter pendências com a polícia, decide ir embora. Ela tem uma misteriosa ligação com o passado da família Khoury, o que causará muitas reviravoltas na trama.
Márcia é uma mulher muito humilde, que vende cachorro quente para sobreviver. Ela é mãe solteira, não sabendo quem é o pai de sua filha, Valdirene. Ela vive incentivando a jovem a dar o “golpe da barriga“, e a encontrar um marido rico que as tire da miséria. Valdirene é extremamente engraçada e distraída, muito imaginativa. Não tem a ambição da mãe, mas faz tudo que ela pede para vê-la feliz, e tenta a todo custo se tornar rica e famosa, armando situações muito cômicas e atrapalhadas, que sempre dão errado.
Félix vai atrás da irmã e, ao encontrá-la desfalecida e sozinha após o parto, presume que ela esteja morta. Querendo a fortuna da família só pra si, livra-se da sobrinha recém-nascida, a colocando em uma caçamba de lixo. No mesmo instante, no hospital San Magno, Bruno está arrasado por ter perdido a esposa grávida e seu filho no momento do parto. Abalado, ele anda desorientado pelas ruas até que escuta um choro de criança. Bruno acaba encontrando o bebê jogado no lixo e decide adotar a criança, comovido e fragilizado. Paloma fica desesperada com o sequestro da filha, e passa uns dias internada no hospital San Magno, onde acaba se reconciliando com o pai. Ela amamenta a menina sem saber que é sua filha, e conhece Bruno, que lhe conta sua triste história.
Doze anos depois, Paloma se tornou uma pediatra muito requisitada. Optou por viver sozinha, se afastando da família, menos de seu pai, o único que a compreende. Ela acabou não conseguindo manter um relacionamento amoroso estável, perdendo a vontade de formar uma família e é extremamente infeliz. Continua a procurar sua filha e também a mulher que fez seu parto, tentando entender o que aconteceu naquele dia.
Ela e Bruno se reencontram por acaso no hospital quando ele leva a filha para ser consultada por Paloma. Os dois se apaixonaram com o tempo, por conta de Paulinha, filha de Bruno, que é sua filha biológica. Uma forte ligação une os três, inexplicavelmente e Paloma, enfim, consegue amar e ser amada de verdade.
No entanto, após a filha de Bruno adoecer e precisar de sangue, Paloma confirma suas suspeitas através de um exame de DNA, de que a menina é sua filha, além de já estar desconfiada disso, pelos traços físicos da menina semelhantes ao seu e de Ninho. Ela acusa Bruno de sequestro, fazendo de tudo para obter a guarda da filha na Justiça, tornando-se assim inimiga de seu grande amor, que tentará provar sua inocência. O amor à vida colocará o casal em lados opostos, provocando uma disputa entre eles.
Surge na vida da rica família a grande vilã Aline, uma psicopata que seduz César, querendo vingar-se principalmente dele, mas também da família Khoury, por um grande segredo do passado que une a vida dessa família com a sua. Em paralelo, Félix é o grande manipulador dessa complicada trama.

Cenas da Novela

Elenco

  • Paolla Oliveira – Paloma Rodriguez Khoury
  • Malvino Salvador – Bruno dos Santos Araújo
  • Mateus Solano – Félix Rodriguez Khoury
  • Vanessa Giácomo –  Aline Noronha
  • Juliano Cazarré – Joaquim Roveri (Ninho)
  • Antônio Fagundes – César Khoury
  • Susana Vieira – Pilar Rodriguez Khoury
  • Thiago Fragoso – Nicolas Corona (Niko)
  • Marcello Antony – Eron Lira Torgano
  • Danielle Winits – Amarilys Baroni
  • Elizabeth Savalla – Márcia do Espírito Santo Gentil
  • Tatá Werneck – Valdirene do Espírito Santo Araújo
  • Caio Castro – Michel Gusmão
  • Maria Casadevall – Patrícia Mileto
  • Márcio Garcia – Gustavo Donato (Guto)
  • Carol Castro – Sílvia Bueno
  • Bruna Linzmeyer – Linda Melo Rodriguez
  • Rainer Cadete – Rafael Nero
  • Fernanda Machado – Leila Melo Rodriguez
  • Ricardo Tozzi –  Thales Brito
  • Marina Ruy Barbosa –  Nicole Veiga de Assis Brito
  • Daniel Rocha – Rogério Machado
  • Sidney Sampaio – Elias
  • Carolina Kasting  – Regina dos Santos Batista (Gina)
  • José Wilker  – Herbert Marques
  • Eliane Giardini – Enfª. Ordália Aparecida dos Santos Araújo
  • Fúlvio Stefanini  – Denizard Trajano Araújo
  • Bárbara Paz – Edith Sobral Khoury
  • Felipe Titto – Wagner Carvalho
  • Anderson Di Rizzi – Carlos José dos Santos Araújo (Carlito)
  • Luís Melo – Atílio Pimenta Camargo / Alfredo Gentil
  • Kiko Pissolato –  Maciel Pereira
  • Lucas Malvacini  – Rafael Ferraz (Anjinho)
  • Emílio Orciollo Netto –  Murilo de Andrada Lemos Corrêa
  • Françoise Forton – Gisela Borba de Andrada Lemos (Gigi)
  • Fabiana Karla – Perséfone Fortino
  • Rodrigo Andrade – Daniel Melo Rodriguez
  • Marcelo Argenta – Vanderlei Brandão
  • Thalles Cabral – Jonathan Sobral Khoury
  • Rosamaria Murtinho – Tamara Gouveia Sobral
  • Nathalia Timberg – Bernarda Campos Rodriguez
  • Ary Fontoura – Lutero Moura Cardoso
  • Vera Zimmerman – Simone Maia Benitez
  • Leona Cavalli – Glauce de Sá Benites
  • Christiane Tricerri –  Vega Azevedo
  • Júlio Rocha – Jacques Sampaio
  • Cristina Mutarelli – Priscila Khoury
  • Mouhamed Harfouch – Pérsio Faruq Ahmad
  • Paula Braun – Rebeca Schatman
  • Ângela Dip – Vivian Lobato
  • Lúcia Veríssimo – Mariah Piattini
  • Sandra Corveloni – Neide Melo Rodriguez
  • Genézio de Barros – Amadeu Campos Rodriguez
  • Angela Rebello – Lídia Pinheiro
  • Sophia Abrahão – Natasha Veiga de Assis
  • Carlos Machado – Ignácio Alvimar Carvalho
  • Álamo Facó – Renan de Oliveira
  • Raquel Villar – Enfª. Inaiá Seixas
  • Pierre Baitelli – Laerte Torres
  • Renata Castro Barbosa – Drª. Marilda Fernandes
  • Lucas Romano – Luciano dos Santos Araújo
  • André Garolli – Vinícius Frazão
  • Bel Kutner – Enfª. Joana Rangel
  • Carol Rainato – Enfª. Raquel Gonçalves
  • Camila Chiba – Enfª. Noriko Akiyoshi
  • Adriano Toloza – Ivan Coelho
  • Neusa Maria Faro – Maria Cecília Esteves (Ciça)
  • Josie Antello – Adriana Nascimento
  • Beth Zalcman – Fátima
  • Klara Castanho – Paula Sousa Khoury Araújo (Paulinha)
  • Thavyne Ferrari – Sandra Alves Corrêa (Sandrinha)
  • Marcelo Schmidt – Valentin Reys Moreno
  • Gabriel Chadan – Adoniran Lobo
  • Vera Ferreira – Sirlange Pires
  • Marcelo Flores – Rinaldo Silva

Participação Especial

  • Maria Maya – Alejandra Reys Moreno
  • Eriberto Leão – André
  • Gabriela Duarte –  Luana Sousa Araújo
  • Ana Carbatti – Drª. Judith Santiago
  • Ângela Rabelo –  Eudóxia Carvalho
  • Francisco Cuoco – Rubão Carvalho
  • Giovanna de Toni – Ingrid
  • Gláucio Gomes – Pastor Efigênio
  • Nathália Rodrigues – Elenice Marinelli
  • Bruno Dubeux – Samuel
  • Ana Paula Botelho – Carolina Freitas Aguiar
  • Ilya São Paulo – Euclides
  • Celso Bernini – Jefferson Mattos
  • Vera Mancini – Maristela Freitas
  • Miriam Lins – Verônica Rocha
  • Jitman Vibranovski  – Aurélio
  • Luíza Mariani – Sibila
  • Werles Pajero – Juscelino
  • João Cunha – Jonas Gomide
  • Cláudio Tovar – Delegado Assis
  • Matheus Cunha – Gatin
  • Jefferson Schoroeder – Túlio
  • Dani Vieira – Ellen
  • Kayky Gonzaga – Jayme
  • Francine Melo – Karina Ramos
  • Renata Tobelem – Dirce Pascoal
  • Camila Czerkes – Valéria Ferraz
  • Cassiano Barreto –  Ailton Lima

Entrevista com Elenco

Lançamento e Repercussão

Com os baixos índices de audiência de Salve Jorge, a estreia de Amor à Vida foi vista com muito entusiasmo, e seu primeiro capítulo atingiu 35 pontos no Ibope, número considerado bom pela Central Globo de Comunicação. Foi considerada pela Rede Globo uma novela de sucesso, já que elevou os índices da emissora que no horário estava em baixa desde o fim de Avenida Brasil e teve grande repercussão entre a população, principalmente por abordar temas polêmicos.

Do elenco

O elenco selecionado também foi bem recebido. Após sua saída da MTV Brasil, a ex-VJ Tatá Werneck, que interpretou a piriguete Valdirene, foi considerada a grande revelação da telenovela. A atriz Maria Casadevall foi considerada uma das grandes revelações da trama.
A atuação de Mateus Solano na pele do vilão Félix, foi muito elogiada pela mídia, considerada uma das melhores atuações do ator até então. O crítico Gustavo Buena do site Yahoo! disse que “o personagem caiu no gosto popular, pois seduz pelo lado divertido – ainda que vários pontos pesem contra ele. Embora em alguns momentos esteja levemente exagerado, o ator está arrasando em cena – e vai seguir – dando de ombros aos críticos -, podem protestar, ameaçar boicote ou espernear. Solano deixa transparecer as intenções de Félix nos olhares e nos trejeitos. É ator, ponto.”

Críticas

Os principais meios de comunicação do país repercutiram a estreia da novela das 9 da Globo.
O Site da Revista Veja, publicou “O primeiro capítulo da trama de Walcyr Carrasco se encharca de melodrama tradicional e esquemático para contar a saga de Paloma e Félix, a mocinha adotada e o irmão que guarda apenas a sexualidade no armário, porque a maldade ele destila em doses altas!”.
Já o site do MSN Brasil, publicou que: “Em cerca de 90 minutos, a mocinha descobriu um segredo de família, se rebelou contra os pais, fugiu, encontrou um amor-bandido, engravidou, voltou para casa sozinha, reencontrou o amado, terminou o romance, deu à luz e teve a filha roubada. O primeiro foi responsável pela cena de maior tensão do primeiro capítulo: a sequência em que Ninho tenta embarcar com drogas para o Brasil. Cazarré deu um show na hora em que seu personagem é pego em flagrante. Foi de cortar o coração!”.
Yahoo! disse: “Com muito ritmo e vilão sensacional, primeiro capítulo de Amor à Vida supera todas as expectativas. Novela tem chances de prender o público!”.
Nilson Xavier do UOL publicou em seu blog: “Competente e caprichada em um capítulo ágil, pra lá de tenso e repleto de ação. A princípio, pareceu atropelamento de acontecimentos. Mas, à medida em que o capítulo foi passando, essa impressão foi se dissipando diante de tantas sequências de tirar o fôlego!”.
Já Daniel Castro, então no R7 comentou: “No capítulo inaugural de Amor à Vida, sua primeira novela das oito, não teve medo de parecer brega. Empanturrou o o telespectador de clichês do gênero. Fez isso com maestria, exagerando um pouco aqui e outro tanto ali, em um roteiro que, somado à direção e edição igualmente competentes, ficou em um meio termo entre telenovela, telefilme e seriado!”.
Já O Globo destacou que: “Tiradas de vilão gay ganham destaque no primeiro capítulo de Amor à Vida.

Beijo entre Félix e Niko

Após várias especulações, no último capítulo da novela foi exibido o primeiro beijo gay em uma novela da Globo, entre os personagens Félix (Mateus Solano) e Niko (Thiago Fragoso). O fato gerou grandes controvérsias, inclusive apelações nas redes sociais. A cena repercutiu inclusive fora do Brasil, o jornal Financial Times destacou: “Beijo gay em novela Amor à Vida é momento histórico para o Brasil.”
O primeiro beijo homossexual da teledramaturgia brasileira já havia sido exibido em 1963, dentro do seriado TV de Vanguarda, da Rede Tupi, no episódio intitulado Calúnia, entre as atrizes Vida Alves e Geórgia Gomide, embora na época não fosse possível ainda arquivar o registro em vídeo, sendo transmitido apenas ao vivo. Na novela América, de 2005, um beijo gay entre os atores Bruno Gagliasso e Erom Cordeiro chegou a ser gravado, mas acabou sendo vetado pouco antes de ser exibido.

Transmídia

No dia 15 de janeiro de 2014, a personagem Valdirene “entrou” no Big Brother Brasil 14. Sua intérprete Tatá Werneck, caracterizada como Valdirene, ficou dentro do reality show durante 12 horas como se fosse uma das participantes, e pôde ser vista por 2 dias duas vezes seguidas no ar: em Amor à Vida e no BBB14.

Cenas da Novela

Audiência

No seu primeiro capítulo Amor à Vida obteve média de 35 pontos e pico de 37, com 61% share, na Grande São Paulo. Já no dia seguinte a obra de Walcyr Carrasco obteve 36 pontos e pico de 38 pontos, segundo o Ibope, batendo seu primeiro recorde. A novela registrou na sua primeira semana de exibição uma média de 34,2 pontos, enquanto Salve Jorge, registrou 32,66 pontos. Amor à Vida registra sua maior audiência, até então, no dia 6 de junho, com 38 pontos, segundo os dados consolidados do Ibope, na Grande São Paulo. O recorde voltou a ser atingido desta vez no dia 25 de junho.
O capítulo do dia 11 de julho registrou o recorde de audiência da novela de Walcyr Carrasco: média de 39 pontos, segundo dados do Ibope referentes à Grande São Paulo.
No dia 1 de agosto, a novela repetiu o seu recorde anterior. Foram registrado 39 pontos de média. Neste dia, Edith (Bárbara Paz) revela à família Khoury que Félix (Mateus Solano) é gay.
No capítulo do dia 8 de agosto, que apresentou o casamento e a morte de Nicole (Marina Ruy Barbosa) a novela conseguiu bateu o seu recorde no Rio de Janeiro, atingindo 44 pontos, de acordo com o Ibope, e em São Paulo, registrou 38 pontos. Porém seu recorde na Grande São Paulo foi batido no capítulo do dia 14 de agosto, onde Bruno (Malvino Salvador) revelou a Paloma (Paolla Oliveira) que encontrou Paulinha (Klara Castanho) dentro de uma caçamba com poucas horas de vida. Segundo dados do IBOPE, o capítulo registrou 40 pontos de média e 64% de share na capital paulista.
Sábado 12 de outubro, feriado de Nossa Senhora Aparecida, Amor à Vida alcançou baixíssima audiência. Mesmo ficando na liderança, a novela de Walcyr Carrasco registrou sua pior audiência desde a estreia em 20 de maio deste ano. Segundo dados do ibope, foram 27 pontos de média com pico de 31 pontos. Números 13 pontos abaixo da meta da Rede Globo para a novela, que é de 40 pontos.
No dia 18 de novembro, uma segunda-feira, a novela bateu seu recorde de audiência: 43 pontos de média na Grande São Paulo com picos de 45 e 67% de share. Os bons índices no ibope valeram-se da exibição do esperado momento em que Paloma (Paolla Oliveira) descobre que Félix (Mateus Solano) havia jogado sua filha recém-nascida numa caçamba.
No dia 31 de dezembro, uma terça-feira, a novela registrou sua menor audiência com 24 pontos em São Paulo. A baixa audiência é devida às festas de fim de ano.
A novela voltou a bater seu recorde no dia 23 de janeiro, uma quinta-feira, em que César desconfia da traição de Aline. Neste dia, a novela marcou 46 pontos de audiência na cidade do Rio de Janeiro e 44 em São Paulo, onde os índices de IBOPE costumam ser menores que os da capital fluminense.
Na reta final, no dia 27 de janeiro, a novela registrou novo recorde com 48 pontos de média, com picos de 50 e 72% de share na grande São Paulo. Número mais alto desde o fim de Avenida Brasil, já que a emissora não registrava 50 pontos desde o fim da novela de João Emanuel Carneiro, neste capítulo foi exibida a cena em que a personagem Aline tenta fugir do país mas é presa no aeroporto.
No dia 28 de janeiro, a novela registrou 47 pontos de média, com picos de 50 na grande São Paulo. Na sua última quarta-feira, dia 29 de janeiro, a novela registra 42 pontos de média, na grande São Paulo. Já na sua última quinta-feira, dia 30 de janeiro, a telenovela registrou 47 pontos de média na capital paulista
O último capítulo, exibido na sexta-feira, 31 de janeiro, repetiu o seu recorde. A novela marcou 48 pontos. A audiência de seu capítulo final foi maior que a de sua antecessora Salve Jorge, que obteve 46 pontos em seu término, e do que as novelas Insensato Coração, Fina Estampa e Viver a Vida, que registraram 47 pontos em seus respectivos últimos capítulos. A trama porém não superou Avenida Brasil e Passione que marcaram 52 pontos em seus respectivos últimos capítulos.
Sua média geral foi 36 pontos. A média geral de Salve Jorge (sua antecessora) foi de 34 pontos, um aumento de dois pontos para o horário nobre.

Prêmios e indicações

2013 –  Meus Prêmios Nick

  • Ator Favorito – Mateus Solano

Prêmio Extra de Televisão

  • Melhor Novela – Walcyr Carrasco
  • Melhor Ator – Mateus Solano
  • Melhor Atriz Coadjuvante – Elizabeth Savalla
  • Melhor Atriz Revelação – Tatá Werneck
  • Melhor Ator/Atriz Mirim – Klara Castanho
  • Ídolo Teen – Caio Castro

Capricho Awards

  • Melhor Atriz Nacional – Tatá Werneck
  • Melhor Ator Nacional – Caio Castro

Prêmio Jovem Brasileiro

  • Melhor Ator – Caio Castro

Troféu APCA

  • Melhor Ator – Mateus Solano
  • Melhor Atriz – 

Retrospectiva UOL

  • Melhor Ator – Mateus Solano
  • Melhor Vilão – Mateus Solano
  • Melhor Ator/Atriz Revelação – Tatá Werneck

Prêmio Quem de Televisão

  • Melhor Ator – Mateus Solano
  • Melhor Atriz Coadjuvante – Elizabeth Savalla
  • Revelação – Tatá Werneck
  • Melhor Autor – Walcyr Carrasco

Melhores do Ano

  • Melhor Atriz – Paolla Oliveira
  • Melhor Ator – Mateus Solano
  • Melhor Atriz Coadjuvante – Elizabeth Savalla
  • Melhor Ator Coadjuvante – Thiago Fragoso
  • Melhor Atriz Revelação – Tatá Werneck
  • Melhor Ator Revelação – Anderson Di Rizzi

Troféu Imprensa

  • Melhor Novela – Walcyr Carrasco
  • Melhor Ator – Mateus Solano
  • Melhor Atriz – Vanessa Giácomo
  • Revelação – Tatá Werneck

Troféu Internet

  • Melhor Novela – Walcyr Carrasco
  • Melhor Ator – Mateus Solano
  • Revelação – Tatá Werneck

Prêmio Contigo! de TV

  • Novela do Ano – Walcyr Carrasco
  • Melhor Ator de Novela – Mateus Solano
  • Melhor Atriz de Novela – Vanessa Giácomo
  • Melhor Ator Coadjuvante – Thiago Fragoso
  • Melhor Atriz Coadjuvante – Elizabeth Savalla
  • Revelação da TV – Tatá Werneck

2016 GLAAD Media Awards

  • Melhor Novela – Walcyr Carrasco

Trilha sonora

  1. Piradinha”  – Gabriel Valim
  2. “Pontes Indestrutíveis” – Charlie Brown Jr.
  3. As Mina Pira na Balada” – Gusttavo Lima
  4. Meiga e Abusada” – Anitta
  5. As Curvas da Estrada de Santos” –  Lulu Santos & Késia Estácio
  6. Trem das Onze” – Zeca Pagodinho & Rildo Hora, Zé Menezes e Rogério Caetano
  7. O Amor em Paz”  – Ivete Sangalo
  8. Um Ser Amor” – Paula Fernandes
  9. Fofinha Delícia” – Sorriso Maroto
  10. Amor, Amor” – Wanessa
  11. “Combustível” – Ana Carolina
  12. Você Não Poderia Surgir Agora” – Roberta Sá
  13. Caio no Suingue” – Pedro Luis e a Parede
  14. Na Selva de Pedra” – Conexão Baixada
  15. “Maravida”  – Daniel
  16. Amor à Vida” – Nando Reis
  17. Dançando na Garoa” – Jammil
  18. “Sambas Urbanos”  – Rodrigo Pita

Internacional

  1. When I Was Your Man” Bruno Mars
  2. “Just Give Me a Reason” – Pink feat. Nate Ruess
  3. “Proud” – Heather Small
  4. “Brand New Me” – Alicia Keys
  5. “Get Lucky” – Daft Punk feat. Pharrell
  6. Up in the Air” – 30 Seconds to Mars
  7. We Can’t Stop” – Miley Cyrus
  8. Busy (For Me)”  –  Aurea
  9. The Stars (Are out Tonight)” – David Bowie
  10. It’s Over” – Rod Stewart
  11. “Bad” – Groovy Waters
  12. “Love You in Those Jeans” – P9
  13. “Wake Up and Love Me” – Casey Thompson
  14. “Un vestido y un amor” – Caetano Veloso
  15. “Ci Sono Pensier”  – Mariella Nava
  16. Summertime Sadness” – Lana Del Rey

E ainda:

  • “Clair de Lune” – Claude Debussy (Tema de Nicole e Thales)
  • “I Have The Love” – Simply Red (Tema de Bernarda e Lutero)
  • “The Perfect Life” – Moby (Tema de Linda e Rafael)
  • “Beautiful ‘Cause You Love Me” – Girls Aloud (Tema de Perséfone)
  • “Reach Up” – East Freaks (Tema de Festas)
  • “Start Again” – Van Snyder (Tema Geral)
  • “Empathy” – Alanis Morissette (Tema Natasha e Rogerio)
  • “Wake Me Up” – Avicii (Tema Geral)

Fotos da Novela

Novela Amor a Vida
Paola Oliveira e Malvino Salvador
Elenco da Novela
Matheus Solano e Suzana Vieira
Paulinha e Paloma – Personagens da Novela
Novela Amor a Vida
Ninho (Juliano Cazarré) – Cenas da Novela Amor a Vida
Novela Amor a Vida
Marina Ruy Barbosa e Ricardo Tozzi – Novela Amor a Vida
Novela Amor a Vida
Bastidores da Novela Amor a Vida
Novela Amor a Vida
Aline sendo presa em Cenas da Novela
Novela Amor a Vida
Paloma, Pilar, Ordália, Paula, Denizard, e Bruno – Personagens da Novela
Novela Amor a Vida
Matheus Solano – Félix
Novela Amor a Vida
Kiko Pissolato, Felipe Tito e Matheus Solano – Elenco nos Bastidores
Novela Amor a Vida
Paola Oliveira – Cenas da Novela
Novela Amor a Vida
Thiago Fragoso e Matheus Solano
Novela Amor a Vida
Paula, Paloma e Bruno – Personagens da Novela
Novela Amor a Vida
Felipe Tito e Barbara Paz
Novela Amor a Vida
Antonio Fagundes e Matheus Solano
Novela Amor a Vida
Malvino Salvador, Paola Oliveira e Juliano Cazarré – Bastidores da Novela
Novela Amor a Vida
Caio Castro e Maria Casadevalli – Novela Amor a Vida
Novela Amor a Vida
Michel e Patrícia – Personagens em Cenas da Novela Amor a Vida

Fontes / Referências: WikipediaIMDb além da pesquisa do site Imagoi.