Andrea Beltrão Atriz Brasileira

Andrea Vianna Beltrão (Rio de Janeiro, 16 de setembro de 1963) é uma atriz, produtora, diretora, roteirista e comediante brasileira. Beltrão é reconhecida por sua grande versatilidade na atuação, tendo papéis memoráveis, cômicos e dramáticos, na televisão, teatro e cinema. Foi indicada ao Grande Otelo dez vezes, vencendo como melhor atriz por Hebe: A Estrela do Brasil, possui um Troféu APCA e venceu duas vezes o Troféu Candango do Festival de Brasília. Foi indicada ao Emmy Awards em 2020 por Hebe.

Estreou na televisão em 1982 na telenovela Elas por Elas como a amiga de Cris. Posteriormente, atuou em outras telenovelas da TV Globo, como Rainha da Sucata (1990), de Sílvio de Abreu, Pedra Sobre Pedra (1992), de Aguinaldo Silva, Mulheres de Areia (1993) como Tônia, uma das personagens centrais da trama, e A Viagem (1994), ambas de Ivani Ribeiro, interpretando a rebelde Lisa, personagem de grande sucesso. Paralelamente ao trabalho nas novelas, a atriz fez diversas participações em séries e especiais na TV, quase todos representantes da onda de programas inovadores que misturavam humor e dramaturgia, surgida na TV Globo a partir da década de 1980.

Fez sua estreia nos cinemas no filme Bete Balanço (1984), de Lael Rodrigues. A atriz, por sua vez, teve trabalhos consagrados em As Sete Vampiras (‘Melhor Atriz Coadjuvante’ pela Rio Cine), Minas-Texas (‘Melhor Atriz’ pelo Festival de Brasília), O Escorpião Escarlate (‘Melhor Atriz’ pelo Festival de Natal e Vai Trabalhar, Vagabundo II: a Volta (‘Melhor Atriz Coadjuvante pelo Festival de Brasília).

Andrea Beltrão
Andrea Beltrão

Nome completo: Andrea Vianna Beltrão
Nascimento: 16 de setembro de 1963 (57 anos)
Rio de Janeiro, RJ
Nacionalidade: brasileira
Estatura: 1,70 m[1]
Cônjuge: Guel Arraes (1984–1987)
Maurício Farias (1994–presente)
Ocupação:  atriz
roteirista
produtora
diretora
comediante
Período de atividade: 1976 – presente
Principais trabalhos: Lisa, em A Viagem
Marilda, em A Grande Família
Sueli, em Tapas & Beijos
Hebe Camargo, em Hebe: A Estrela do Brasil

Andrea Beltrão – Antígona | classe artística

Biografia

Televisão

Iniciou sua trajetória em 1982 dando vida a amiga de Cris em Elas por Elas. Em 1984, viveu Ângela em Corpo a Corpo e, logo em seguida, participou do seriado Armação Ilimitada como Zelda. Na década de 1990, viveu Ingrid de Bresson na telenovela Rainha da Sucata, além de Úrsula em Pedra sobre Pedra e na série Você Decide, no episódio “Coração Partido”.

Em 1993, viveu Tônia em Mulheres de Areia, além de participar do programa Radical Chic com personagem homônimo. No ano seguinte, esteve na pele de Lisa em A Viagem; foi Marta na minissérie A Madona de Cedro e participou do episódio de Caso Especial, intitulado “Suburbano Coração”. Em 1996, interpretou Helena em Vira Lata e, posteriormente, deu vida a vários personagens em A Comédia da Vida Privada. Encerrou a década como Garota TPM no humorístico Zorra Total e no episódio “Mulher 2000” de Você Decide.

Na década de 2000, esteve na série Brava Gente nos episódios “O Condomínio” e “A Grã-fina de Copacabana“, além de interpretar Tatiana na telenovela As Filhas da Mãe. Em 2002, viveu Marilena em Os Normais, além de viver Marilda em A Grande Família. Em 2003, protagonizou Carol no especial Carol & Bernardo. No ano seguinte, atuou como Ana Lúcia na Sitcom.br (episódio “Auto-Ajuda”), viveu Analu e As 50 Leis do Amor (quadro do Fantástico), além da série Os Aspones como a estagiária Leda. Em 2005, atuou em vários intérpretes em Damas e Cavalheiros, concluindo a década como Elen em Som & Fúria.

Na década de 2010, participou do especial Programa Piloto como Beatriz e Carmem. Em 2011, deu vida a Dulcineia Cajazeira na minissérie O Bem-Amado e, logo em seguida, viveu Sueli em cinco temporadas da série Tapas & Beijos. Três anos depois, fez uma participação no episódio final de A Grande Família como Marilda. Em 2017, participou do humorístico Tá no Ar: a TV na TV como Monstro do Electro Five; esteve na série Cidade Proibida como Vera, além de encarnar na pele de Adélia Prado em Palavras em Série, do canal GNT.

Conheça os filhos de Andrea Beltrão e seu marido com quem a atriz é casada há mais de 20 anos 

Cinema

Estreou nas telonas em 1984 em Bete Balanço, além de viver Glória em Garota Dourada. No ano seguinte, deu vida a Thaís em O Rei do Rio (sendo intérprete da canção “Bye Bye Love”), além de integrar o elenco de Os Bons Tempos Voltaram: Vamos Gozar outra vez. Em 1986, participou dos longas A Cor do Seu Destino como Helena, As Sete Vampiras como Maria (sendo eleita ‘Melhor Atriz Coadjuvante’ no Rio Cine) e fez uma participação especial em Rock Estrela como Mary Louca. Encerrou o decênio na pele de Januária em Minas-Texas, sendo eleita ‘Melhor Atriz’ pelo Festival de Brasília.

A Madona de Cedro (1994) : Marta (Andréa Beltrão) conhece Delfino (Eduardo Moscovis) 

Na década de 1990, esteve no cinema apenas três vezes, o primeiro em O Escorpião Escarlate (eleita ‘Melhor Atriz’ no Festival de Natal), a amiga de Eduardo em Vai Trabalhar, Vagabundo II: a Volta (eleita ‘Melhor Atriz Coadjuvante’ no Festival de Brasília) e como Luíza em Pequeno Dicionário Amoroso. Na década de 2000, atuou como Regina em A Partilha e deu vida a Malu em Cazuza – O Tempo Não Para. Em 2005, viveu Dona Bebé em O Coronel e o Lobisomem e, no ano seguinte, esteve na pele de Marina em Ensaio. Em 2007, participou de três longas: Marilda em A Grande Família: O Filme, além dela mesma em O Tablado e Maria Clara Machado e Jogo de Cena. No ano seguinte, atuou como a empresária Fernanda em Romance. Concluiu o decênio no papel principal de Verônica e como Lúcia em Salve Geral.

Em 2010, viveu Dulcineia em O Bem-Amado e, dois anos mais tarde, esteve na pele da falsa Laura em Os Penetras. Em 2013, interpretou Marilene em Giovanni Improtta. Posteriormente, Beltrão estaria nas telonas três vezes: Chatô, o Rei do Brasil como Vivi Sampaio; Pequeno Dicionário Amoroso 2 como Luíza e Em Três Atos como uma narradora. Em 2016, viveu Ana Lúcia em Sob Pressão. Concluiu a década na pele de Larissa em Sueño Florianópolis; Alícia em Albatroz e encarnou na pele de Hebe Camargo em Hebe: A Estrela do Brasil.

Chegue Mais Perto: Andréa Beltrão conta como constrói seus personagens 

Teatro

Iniciou a carreira no Teatro Tablado em 1978. O teatro foi fundado por Maria Clara Machado, onde Andréa estreou interpretando o personagem João Grilo, da peça O Auto da Compadecida, de Ariano Suassuna. No início da década de 1980, integrou diversos grupos teatrais, entre eles o Arco da Velha, em que realizou trabalhos em orfanatos e hospitais infantis, o Manhas e Manias, que recebeu ao todo 13 prêmios por seus espetáculos infantis, e o Manhas de Cabaré, que promoveu a reforma do teatro Gláucio Gil com espetáculos de dança, música e cursos de teatro. Seu primeiro espetáculo adulto profissional foi na peça Beijo no Asfalto em 1984. Já atuou em vária peças, e muitas delas ao lado da atriz Marieta Severo.

Recebeu o Prêmio Shell de melhor atriz pela peça A Prova (2002), dirigida por Aderbal Freire Filho. Em 2005, ao lado de Marieta Severo, fundou o Teatro Poeira num casarão histórico localizado em Botafogo, no Rio de Janeiro. Em 2008, ganhou novamente o prêmio de melhor atriz, desta vez por sua atuação, ao lado de Marieta Severo, na peça As Centenárias, de Newton Moreno.

Em 2016 estreou a peça Antígona de Sófocles, adaptada por ela e o diretor Amir Haddad a partir da tradução de Millôr Fernandes. Esta peça lhe rendeu o Prêmio APCA de melhor atriz em 2017.

Programa do Jô Soares – Atriz Andréa Beltrão e diretor Eduardo Coutinho falam do filme Jogo de Cena 

Vida pessoal

Em 1980 começou a namorar o ator e cineasta Guel Arraes. Em 1984 foram morar juntos, mas em 1987 separaram-se. Após outros relacionamentos, em 1992 iniciou um romance com o ator Maurício Farias. Em 1994 foram viver juntos. Dessa união, tiveram três filhos: Francisco (n. 1996), Rosa (n. 1997) e José (n. 2000).

Em entrevistas, Andréa revelou ser ateia, e que toda sua família era cética. Também informou que estudava no Colégio Pedro II, onde sua mãe era professora, e que seus filhos estudaram lá, mas que os tirou devido às greves contínuas. Referiu que fazia questão de levar uma vida simples, e que ela e os filhos utilizavam alimentação orgânica. Disse ter tido problemas com uso de álcool e drogas durante a adolescência e início da vida adulta, e por muitos anos frequentou psicoterapia e grupos de alcoólicos anônimos e narcóticos anônimos, mas que rapidamente se recuperou. Encontrou uma válvula de escape no teatro como meio profissional, e na atividade física, como hobby, os quais tiveram papel decisivo no seu bem estar emocional.

Radical Chic (1993) 

Filmografia

Televisão

  • 1981: Ciranda de Pedra
  • 1982: Elas por Elas / Amiga de Cris e Andressa
  • 1984: Corpo a Corpo / Ângela Machado
  • 1985–88: Armação Ilimitada / Zelda Scott
  • 1990: Rainha da Sucata / Ingrid Figueroa de Bresson 1992: Pedra sobre Pedra / Úrsula Pontes
    Você Decide / Luana / Episódio: “Coração Partido”
  • 1993: Mulheres de Areia Antônia Vieira dos Santos (Tônia)
  • 1994: Caso Especial / Episódio: “Suburbano Coração”
    Radical Chic / Radical Chic
    A Viagem / Lisandra Barbosa (Lisa)
    A Madona de Cedro / Marta Rodrigues
  • 1996: Vira Lata Maria / Helena Moreira Vianna (Helena)
  • 1996–97: A Comédia da Vida Privada / Vários personagens
  • 1998: Era uma Vez… / Bruna Reis
  • 1999: Zorra Total / Garota TPM
    Você Decide / Episódio: “Mulher 2000”
  • 2000: Você Decide / Episódio: “Olha o Passarinho”
    Brava Gente: Episódio: “O Condomínio”
  • 2001: Brava Gente / Episódio: “A Grã-fina de Copacabana”
    As Filhas da Mãe / Tatiana Cavalcante
  • 2002: Os Normais / Marilena / Episódio: “Tudo Normal Como Antes”
  • 2002–09: A Grande Família / Marilda Maria Rei Temporadas 2–9
  • 2003: Carol & Bernardo / Carol / Especial de fim de ano
  • 2004: Sitcom.br / Ana Lúcia / Episódio: “Auto-Ajuda”
    As 50 Leis do Amor / Vários personagens
    Os Aspones / Leda Maria
  • 2005: Damas e Cavalheiros / Vários personagens
  • 2009: Som & Fúria / Elen Vanlau
  • 2010: Programa Piloto / Beatriz Spillberg Especial de fim de ano
    Carmem Lins
  • 2011: O Bem-Amado / Dulcinéa Cajazeira
  • 201115: Tapas & Beijos / Sueli Cardoso
  • 2014: A Grande Família / Ela mesma
  • 2017: Tá no Ar: a TV na TV / Monstro do Electro Five
    Cidade Proibida / Vera / Vilma / Episódio: “Caso Vera”
    Palavras em Série / Adélia Prado
  • 2018: Malhação: Vidas Brasileiras / Ela mesma
  • 2019 Hebe / Hebe Camargo
  • 2021 Um Lugar ao Sol

Cinema

  • 1984: Bete Balanço / Dançarina / Participação especial
    Garota Dourada / Glória
  • 1985: O Rei do Rio / Thaís
    Os Bons Tempos Voltaram: Vamos Gozar Outra Vez / Andréa / Segmento: “Sábado Quente”
  • 1986: As Sete Vampiras / Maria
    Rock Estrela / Mary Louca
  • 1987: A Cor do Seu Destino / Helena
    O Bebê / — / Curta-metragem
  • 1989: Minas-Texas / Januária
  • 1990: O Escorpião Escarlate / Glória Campos
  • 1991: Vai Trabalhar, Vagabundo II / Amiga de Eduardo
  • 1997: Pequeno Dicionário Amoroso / Luíza
  • 2001: A Partilha / Regina
  • 2004: Cazuza – O Tempo não Pára / Malu
  • 2005: O Coronel e o Lobisomem / Dona Bebé
  • 2006: Ensaio / Marina
  • 2007: A Grande Família – O Filme / Marilda Maria Rei
    O Tablado e Maria Clara Machado / Ela mesma / Documentário
    Jogo de Cena / Ela mesma
  • 2008: Romance / Fernanda
  • 2009: Verônica / Verônica
    Salve Geral / Lucia
  • 2010: O Bem Amado / Dulcinéia Cajazeira
  • 2012: Os Penetras / Falsa Laura
  • 2013: Giovanni Improtta / Marilene
  • 2015: Chatô, o Rei do Brasil / Vivi Sampaio
    Pequeno Dicionário Amoroso 2 / Luíza
    Em Três Atos / Intelectual (jovem)
  • 2016: Sob Pressão / Ana Lúcia
  • 2018: Sueño Florianópolis / Larissa
    Albatroz / Alícia Henricksehn
  • 2019: Hebe: A Estrela do Brasil / Hebe Camargo
  • 2020: Verlust / Frederica

Teatro

  • 1976: O Auto da Compadecida / João Grilo
  • 1980: Hoje é Dia de Rock
    João e Maria
  • 1981: Brincando com Fogo
  • 1982: Zíper Aberto
    O Dragão
  • 1983: Teatro Enredo
  • 1984: Recordações do Futuro
    O Beijo no Asfalto
  • 1986: Ação entre Amigos
  • 1988: O Amigo da Onça
  • 1989: A Estrela do Lar
  • 1991: Senhorita Júlia
  • 1994: 5 X Comédia
  • 1998: A Dona da História
  • 2001: Memória da Água
  • 2002: Eu e Meu Guarda-Chuva
    A Prova
  • 2004: Como eu Aprendi a Dirigir meu Carro
  • 2005: Sonata de Outono
  • 2007–11: As Centenárias
  • 2012–13: Jacinta / Jacinta Maria
  • 2014–15: Nômades
  • 2016–19: Antígona / Antígona

Lista de prêmios e indicações recebidos por Andréa Beltrão

A seguir, uma lista de prêmios e indicações recebidos por Andrea Beltrão. Nascida no Brasil, em 1963, a atriz consolidou uma bem-sucedida carreira no cenário audiovisual brasileiro, o que lhe rendeu diversos prêmios e indicações.

Brazilian Film Festival of Miami

O Brazilian Film Festival of Miami (BFFM) é um festival de filmes brasileiros ou de língua portuguesa que ocorre anualmente na cidade de Miami, EUA.

  • 2010: Categoria Especial  / Carreira no cinema /  Venceu

Emmy Award

O Prêmio Emmy Internacional é concedido pela Academia Internacional das Artes & Ciências Televisivas (IATAS) em reconhecimento aos melhores programas de televisão inicialmente produzidos e exibidos fora dos Estados Unidos. O evento é realizado desde 1973

  • 2020: Melhor Atriz em Televisão /Hebe  / Indicado

Festival de Brasília

Desde 1965, em Brasília, no Distrito Federal, é realizado o Festival de Cinema Brasília, um dos mais importantes festivais de cinema do Brasil e o mais antigo do gênero. O evento conta com participações de filmes brasileiros e de outros países latino-americanos.

  • 1989: Melhor Atriz / Minas-Texas / Venceu
  • 1991: Melhor Atriz Coadjuvante / Vai Trabalhar, Vagabundo II / Venceu

Grande Prêmio do Cinema Brasileiro

Criado em 2002 pela Academia Brasileira de Cinema, o Grande Prêmio do Cinema Brasileiro é a maior e mais prestigiada premiação do cinema nacional. Desde 2004, a votação passou a ser feita via internet, pelo site da Academia, e cada sócio recebe uma senha eletrônica para votar. A apuração é feita pela PricewaterhouseCoopers, a mesma empresa de auditoria que faz a apuração do Oscar.

  • 2002: Melhor Atriz em Papel Protagonista / A Partilha / Indicada
  • 2005: Melhor Atriz em Papel Coadjuvante / Cazuza – O Tempo não Para / Indicada
  • 2007: Melhor Atriz em Papel Coadjuvante / O Coronel e o Lobisomem / Indicada
  • 2008: Melhor Atriz em Papel Protagonista / Jogo de Cena / Indicada
  • 2009: Melhor Atriz em Papel Coadjuvante / Romance / Indicada
  • 2010: Melhor Atriz em Papel Protagonista / Verônica / Indicada
  • 2013: Melhor Atriz em Papel Coadjuvante / Os Penetras / Indicada
  • 2016: Melhor Atriz em Papel Protagonista / Chatô, o Rei do Brasil / Indicada
  • 2017: Melhor Atriz em Papel Coadjuvante / Sob Pressão / Indicada
  • 2020: Melhor Atriz em Papel Protagonista / Hebe: A Estrela do Brasil / Venceu

Los Angeles Brazilian Film Festival

O Los Angeles Brazilian Film Festival (LABRFF) é hoje considerado o maior festival de cinema brasileiro nos Estados Unidos. Tem lugar anualmente em Los Angeles, na Califórnia, nos Estados Unidos da América. Visando à promoção e difusão do audiovisual brasileiro na Califórnia, através da exibição de uma seleção de filmes nacionais na capital mundial do cinema o festival dedica-se também ao desenvolvimento de relações entre produtores brasileiros e membros da indústria cinematográfica americana.

  • 2010: Melhor Atriz / Salve Geral / Venceu

Melhores do Ano

O Troféu Domingão Melhores do Ano, ou apenas Melhores do Ano, é uma premiação realizada anualmente pelo programa de televisão brasileiro Domingão do Faustão, da Rede Globo, em que o público vota entre três artistas que brilharam e fizeram sucesso durante o ano na emissora e na música. Os artistas são previamente escolhidos pelos seus funcionários e os três melhores vão para a votação do público.

  • 2011: Comédia / Tapas & Beijos (com Fernanda Torres) / Indicada

Prêmio ACIE de Cinema

O Prêmio ACIE de Cinema nasceu em 2004. Idealizado pelo então presidente da ACIE, Michael Astor, correspondente da agência de notícias Associated Press, o Prêmio foi inspirado no Globo de Ouro (Golden Globe), conferido pela The Hollywood Foreign Press Association (Associação de Imprensa Estrangeira de Hollywood, em português)

  • 2010: Melhor Atriz / Verônica / Venceu

Prêmio ACIE de Cinema

O Prêmio ACIE de Cinema nasceu em 2004. Idealizado pelo então presidente da ACIE, Michael Astor, correspondente da agência de notícias Associated Press, o Prêmio foi inspirado no Globo de Ouro (Golden Globe), conferido pela The Hollywood Foreign Press Association (Associação de Imprensa Estrangeira de Hollywood, em português).

  • 2010: Melhor Atriz / Verônica / Venceu

Prêmio APTR

A Associação de Produtores de Teatro (APTR) premia anualmente com o Prêmio APTR artistas que se destacaram em diversas áreas da produção teatral nacional. O prêmio teve origem em 2006, quando a APTR do Rio de Janeiro tomou a iniciativa de prestigiar os artistas que desempenham um papel importante no ramo teatral e tornou-se uma das principais premiações do teatro brasileiro.

  • 2008: Melhor Atriz em Papel Protagonista / As Centenárias / Venceu

Prêmio Arte Qualidade Brasil

Criado em 1977, o Prêmio Qualidade Brasil tinha, inicialmente, o objetivo homenagear as melhores produções e profissionais do Teatro e Televisão do Brasil. A partir de 2013, o prêmio passou a homenagear apenas os melhores do Teatro da cidade de São Paulo.

  • 2001: Melhor Atriz Protagonista em Cinema / A Partilha / Venceu
  • 2005: Melhor Atriz Coadjuvante em Cinema / O Coronel e o Lobisomem / Indicada
    Melhor Atriz em Série de Comédia / Os Aspones / Indicada
  • 2006: Melhor Atriz em Série de Comédia / A Grande Família / Venceu
  • 2009: Melhor Atriz em Minissérie ou Telefilme / Som & Fúria / Indicada
  • 2011: Melhor Atriz em Minissérie ou Telefilme / O Bem Amado / Indicada
    Melhor Atriz em Série ou Projeto Especial / Tapas & Beijos / Venceu

Prêmio Cenym de Teatro

O Anual Prêmio Cenym de Teatro Nacional, comumente promovido como Prêmio Cenym, ou simplesmente Cenym, é um Prêmio de Mérito entregue anualmente pela ATEB – Academia de Artes no Teatro do Brasil, em reconhecimento à excelência dos profissionais e espetáculos mais proeminentes do ano. É concedido através do voto do grupo de membros da Academia, formado por atores, atrizes, diretores, cenógrafos, figurinistas, críticos e outros profissionais em atividade no teatro brasileiro.

  • 2017: Melhor Atriz em Papel Protagonista / Antígona / Indicada

Prêmio Contigo! de Cinema Nacional

O Prêmio Contigo! do Cinema Nacional é um evento da revista Contigo, realizado anualmente desde 2006, que contempla as melhores produções, atores, diretores e profissionais do cinema brasileiro. Os vencedores são definidos por um juri oficial montado pela revista Contigo, e também por um júri popular, que vota pela internet.

  • 2009: Melhor Atriz (pelo júri oficial) / Verônica / Indicada
  • 2010: Melhor Atriz Coadjuvante (pelo júri oficial) / Salve Geral / Indicada

Prêmio Contigo! de TV

O Prêmio Contigo! de TV é um evento da revista Contigo, realizado anualmente desde 1996, que contempla as melhores produções, atores, diretores e profissionais da televisão brasileira.

  • 2009: Melhor Atriz em Comédia / A Grande Família / Indicada
  • 2012: Melhor Atriz em Série ou Minissérie / Tapas & Beijos / Indicada
  • 2013: Melhor Atriz em Série ou Minissérie / Tapas & Beojos / Venceu

Prêmio Extra de Televisão

O Prêmio Extra de Televisão é realizado desde 1998 pelo jornal Extra, premiando os melhores da televisão brasileira.

  • 2011: Melhor Atriz em Televisão / Tapas & Beijos / Venceu

Prêmio Faz Diferença

O Prêmio Faz Diferença, criado pelo O GLOBO em parceria com a Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan), homenageia as personalidades brasileiras de cada ano que mais se destacaram em suas áreas de atuação. Os vencedores são definidos por votos de internautas e também dos jornalistas do Globo, dirigentes da Firjan e dos vencedores da edição anterior

  • 2006: Segundo Caderno/Teatro / Abertura do Teatro Poeira (com Marieta Severo / Venceu

Prêmio F5

O “Prêmio F5” (PF5) é uma premiação brasileira criada em 2014 pelo F5, site de entretenimento do jornal Folha de S.Paulo, para que os internautas votem nos principais destaques da televisão, da música e do jornalismo do ano.

  • 2020: Melhor Atriz em Série Dramática / Hebe / Pendente

Prêmio Quem

O Prêmio Quem é realizado desde 2007 pela Revista Quem, premiando os melhores da televisão brasileira, cinema, música, moda, gastronomia, literatura e teatro

  • 2009: Melhor Atriz em Televisão / A Grande Família / Indicada
  • 2012: Melhor Atriz em Televisão / Tapas & Beijos / Indicada
  • 2016: Melhor Atriz em Cinema / Sob Pressão / Indicada

Prêmio Shell

Prêmio Shell é o nome de um evento cultural patrocinado pela multinacional Shell do Brasil, cujo objetivo é premiar os grandes destaques da música popular brasileira e teatro. O Prêmio Shell de teatro foi criado em 1988, para contemplar, ano a ano, os artistas e espetáculos de melhor desempenho nas temporadas teatrais do Rio de Janeiro e de São Paulo

  • 2002: Melhor Atriz / A Memória da Água / Indicada
  • 2003: Melhor Atriz / A Prova / Venceu
  • 2006: Melhor Atriz / Sonata de Outono / Indicada
    Categoria Especial (com Marieta Severo) / Abertura do Teatro Poeira / Venceu
  • 2008: Melhor Atriz / As Centenárias / Venceu
  • 2014: Melhor Atriz / Os Nômades / Indicada

Prêmio APCA

A Associação Paulista de Críticos de Arte premia com o Troféu APCA nas categorias: Arquitetura, Artes Visuais, Cinema, Dança, Literatura, Música Erudita, Moda, Música Popular, Rádio, Teatro, Teatro Infantil e Televisão. Associação Paulista de Críticos de Arte, ou simplesmente APCA, é uma entidade brasileira sem fins lucrativos sediada em São Paulo mantida pelo trabalho voluntário e pela contribuição anual dos associados. Originou-se da seção paulista da Associação Brasileira de Críticos Teatrais.

Teatro

  • 2017: Melhor Atriz de Teatro /Antígona /Venceu

Televisão

  • 2020: Melhor Atriz de Televisão / Hebe / Indicado

Outros

  • 1986: Rio-Cine Festival / Melhor Atriz Coadjuvante /As Sete Vampiras / Venceu
  • 1990: Festival de Cinema de Natal / Melhor Atriz /O Escorpião Escarlate / Venceu
  • 2002: Prêmio Maria Clara Machado de Teatro Infantil / Melhor Atriz /Eu e Meu Guarda-Chuva / Venceu
    Prêmio Governador do Estado / Melhor Atriz / A Memória da Água / Indicada
  • 2008: Prêmio Contigo! de Teatro / Melhor Atriz / As Centenárias / Venceu
  • 2011: Prêmio 100% Vídeo de Cinema Brasileiro / Melhor Atriz Salve Geral / Indicada
  • 2013: Prêmio Questão de Crítica / Melhor Atriz / Jacinta / Indicada
  • 2014: Prêmio Cesgranrio de Teatro / Melhor Atriz / Os Nômades / Indicada
  • 2016: Prêmio Botequim Cultural / Melhor Atriz / Antígona /Venceu
  • 2017: Prêmio Cesgranrio de Teatro / Melhor Atriz / Antígona / Indicada

Fotos

Andrea Beltrão Radical Chic
Andrea Beltrão Radical Chic

 

Com Kadu Moliterno e André di Biasi
Com Kadu Moliterno e André di Biasi

 

Primeiro trailer de ‘Hebe’ revela Andrea Beltrão como a apresentadora
Primeiro trailer de ‘Hebe’ revela Andrea Beltrão como a apresentadora
Andréa Beltrão voltará às novelas na trama das 21h de Licia Manzo
Andréa Beltrão voltará às novelas na trama das 21h de Licia Manzo

 

Andrea Beltrão na praia
Andrea Beltrão exibe Boa Forma na Praia

Fontes/ Referências: Wikipédia, IMDB, Além da pesquisa no site Imagoi